Extra-campo

Único técnico catarinense, Hemerson Maria conclui mais uma etapa do curso Licença A da CBF Academy

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Crédito: Foto: Divulgação/AV Assessoria de Imprensa

Chegou ao fim ontem (domingo) no Rio de Janeiro, mais uma etapa do curso Licença A da CBF Academy para treinadores de futebol. No total, foram 56 inscritos que buscaram em 10 dias uma qualificação maior de seus trabalhos.

Vários nomes de peso estiveram entre os alunos, entre eles: Jair Ventura (Botafogo), Zé Ricardo (Vasco), Roger Machado (Palmeiras), Vagner Mancini (Vitória), Enderson Moreira (América Mineiro), Rogério Ceni (Fortaleza), Alexandre Gallo (Atlético Mineiro) e Odair Hellman (Internacional).

Entre os 56 treinadores inscritos, somente um nasceu em Santa Catarina. Trata-se de Hemerson Maria, que recentemente renovou o seu contrato para comandar o Vila Nova na temporada de 2018. O técnico que tem no currículo o título da Série B com o Joinville e o estadual com o Avaí, revela o orgulho de representar o seu estado num aperfeiçoamento tão importante para os profissionais da bola, mas também fez ressalvas.

“Ser o único catarinense na Licença A me deixou muito orgulhoso e ao mesmo tempo preocupado. Nosso estado precisa continuar evoluindo. Por isso acredito que a Federação Catarinense de Futebol, em parceria com os clubes, precisa investir na formação e qualificação dos treinadores, que militam nas equipes profissionais e também naqueles que trabalham nas categorias de base”, opinou Hemerson Maria, que já treinou também o Figueirense, o Red Bull, o Crac e o Fortaleza.

Nos 10 dias de curso na Granja Comary, Hemerson Maria teve situação didáticas e práticas com profissionais conceituados do futebol, como o atual campeão brasileiro, Fabio Carille, os experientes Evaristo de Macedo, Ricardo Drubscky e Carlos Alberto Parreira, e o preparador físico Fabio Mahseredjian. Questão psicológicas, da medicina do esporte e também de legislação foram abordadas pelos palestrantes da Licença A.

“Foi um período de muito aprendizado, que aproveitei bastante para trocar conhecimentos, rever os amigos e serviu, com certeza, para fortalecer os laços de amizade entre os profissionais de uma área onde o nível de competitividade é altíssimo. Em alguns momentos acontecem desentendimentos durante os jogos que acabam afetando a relação de cordialidade e respeito, que precisa existir entre os treinadores. A participação neste curso promovido pela CBF me fortaleceu muito como profissional. Penso que os conteúdos e informações que compartilhei com os meus colegas serão muito importantes para a sequência da minha carreira”, declarou Hemerson Maria.

LEIA MAIS

ZAGUEIRO DO SPORT AVALIA TEMPORADA E COMEMORA PERMANÊNCIA DO LEÃO

APÓS GRAVE LESÃO E ACESSO À SÉRIE A, VITOR FEIJÃO COMEMORA “MOMENTO ESPECIAL” NO PARANÁ

EM SUA SEGUNDA PASSAGEM PELO MIRASSOL, WILIAN SIMÕES RELEMBRA INÍCIO DA CARREIRA E FOCA NO PAULISTÃO 2018: “VAMOS SURPREENDER MUITA GENTE