Futebol

História do Brasileirão: Palmeiras 1×0 Corinthians 1967 – Eternos Rivais

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Crédito: Foto: Arquivo Palmeiras

Morumbi 04/06/1967. A primeira edição da Roberto Gomes Pedrosa foi marcada pelo domínio dos paulistas e dos gaúchos, Palmeiras e Corinthians, Grêmio e Internacional, são os quatro classificados, na classificação geral, a Portuguesa chega a ficar na frente do Inter, mas por serem de grupos diferentes, o time gaúcho seguiu, a lusa ficou no caminho, o time de Porto Alegre também chegou a ser goleado pelo Santos em São Paulo por 5×1, mas isso não atrapalhou em nada a equipe.

 

Na quinta rodada, Corinthians e Palmeiras têm a chance de colocar a mão no titulo, os dois times estão com cinco pontos, o jogo promete, a partida recebe 55.992 torcedores, o maior clássico do Brasil, tem tudo para ser uma festa.

 

O Palmeiras era treinado por Aymoré Moreira, tinha o goleiro Perez, e jogadores como: Baldochi, Tupãzinho, Dudu, Djalma Santos, Ferrari; o time do Parque São Jorge, entra em campo com: Ditão, Rivelino, Flavio Minuano, Lima, o goleiro Marcial, e o técnico Zezé Moreira.

 

O juiz Armando Marques, por várias vezes gritava com os times, pois todos queriam apitar, o jogo se inicia. As duas equipes entram para vencer, a imprensa só elogiou os dois times durante todo o campeonato, o Palmeiras tem mais craques, mas o time do Corinthians está em ascensão, Dudu faz forte marcação em Rivelino, o Palmeiras começa a criar chances, mas o goleiro Marcial está esperto, o Corinthians insiste no ataque, e chega a perder um gol feito.

Segundo tempo, os times estão com os esforços redobrados, Rivelino cruza, Djalma cabeceia para trás, dando um presente para o ataque do Corinthians, mas Perez aparece e faz boa defesa, Servilio cruza, Dudu coloca de cabeça para trás, Djalma vem chegando, pega sem pulo, e César cabeceia aos dez minutos, Palmeiras 1×0, a torcida palmeirense começa a cantar “É campeão!” Djalma perde para Gilson Porto, ele cruza, mas Ademir da Guia afasta o perigo, apesar da derrota, o time do Corinthians faz marcação forte no ataque palmeirense, o time alvinegro desce com os atacantes, chutam, mas o goleiro Perez, novamente faz grande defesa, no final o Palmeiras coloca uma bola na trave.

 

O juiz apita, o Palmeiras comemora muito, nas ruas os torcedores entrevistados do Palmeiras diziam que foi o melhor jogo do ano, os corintianos concordam, mas acham que o Palmeiras foi favorecido, por causa do numero de faltas que Armando Marques não marcou, os palmeirenses se defendem, dizendo que era desculpa pela derrota.

 

O Palmeiras estava a um passo da conquista, o Grêmio próximo adversário, estava eliminado e, a vitória daria o titulo ao rival Internacional, o Corinthians se abateu, pois no sul, perdeu por 3×0 do Internacional, o Palmeiras fez a sua parte e ganhou do Grêmio por 2×1 no Pacaembu, se fosse por pontos corridos, o Corinthians seria o campeão, mas como tudo dava errado na década de 1960 para eles, viram o Palmeiras com o titulo.

História extraída do livro: Os 100 Maiores jogos do Brasileirão.

LEIA MAIS:

OPINIÃO: QUAIS AS TORCIDAS DE FUTEBOL MAIS VIOLENTAS DO MUNDO?

OPINIÃO: COMO SERIA O CAMPEONATO BRASILEIRO SEMPRE FOSSE POR PONTOS CORRIDOS

OPINIÃO: PALMEIRAS, UM TIME CARO QUE NÃO VINGOU EM 2017