Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Rafael Dos Anjos desdenha de desafio feito por Colby Covington: “Não fez nada na categoria”

Logo após a vitória do brasileiro Rafael dos Anjos sobre o ex-campeão dos pesos meio-médios Robbie Lawler no UFC Winnipeg, realizado no último sábado (17) no MTS Centre em Manitoba, no Canadá, o norte americano Colby Covington, provocou o niteroiense através de seu twitter oficial.

Dario Ferrari Rocha Teixeira
Escrevo sobre lutas em geral no Torcedores.com. São Paulino, fã do New England Patriots, Los Angeles Lakers e Los Angeles Dodgers. Noivo da Thays Gomes Lima.

Crédito: Foto: Diego Vasconcellos | TV Fight | Tudo Sobre MMA

Em seguida, Rafael Dos Anjos, participou de um programa na FOX, inclusive, encontrando o atual campeão da divisão até 77 kg Tyron Woodley, comentarista da emissora responsável por ter transmitido o evento da noite passada e quando indagado sobre a declaração do americano, ‘RDA’ foi categórico.

“Não tenho nenhum comentário sobre esse cara (Covington). Ele tem seis mil seguidores no Twitter e está apenas falando mer** sobre as pessoas, além de não ter mostrado nada na divisão. Não venceu ninguém (de expressão). Ele bateu o Demian Maia, mas o Demian lutou muito mal aquela noite. Não tenho nada a falar sobre esse cara”, disse, deixando em aberto, um possível confronto com o atleta da American Top Team.

Leia mais no TORCEDORES.COM:

A ascensão Rafael dos Anjos nos meio-médios:

Após amargar dois reveses seguidos nos leves, para Eddie Alvarez, quando perdeu o cinturão e para o atual campeão interino da categoria até 70 kg, o brasileiro resolveu se aventurar nos meio-médios e os resultados são impressionantes.

Rafael estreou diante do belga ex-campeão do Strikeforce Terec Saffiedine e venceu na decisão unânime em luta realizada no UFC Fight Night 11 em junho deste ano.

Em sua segunda aparição na divisão, Dos Anjos passeou e finalizou Nel Magny com um katagatame no primeiro round, luta esta, que aconteceu no UFC 215 em setembro.

Para finalizar o ano, a ótima vitória sobre o ex-campeão Robbie Lawler poderá render a Rafael, a disputa de cinturão, inclusive, passando na frente de Colby Covington por ter vencido adversários mais difíceis do que os que o americano bateu.