Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Reforçado e experiente, Vasco da Gama sofre para deslanchar no NBB

O Vasco da Gama iniciou a nova temporada do NBB, a principal competição de basquete do país, apontado como um dos principais candidatos à taça. E nada mais natural: com grande tradição na modalidade da bola laranja, o clube de São Januário retornou com força à elite do basquete brasileiro, e investiu alto na formação de um grande elenco para este ano. Até agora, no entanto, a campanha é mais do que decepcionante. Será que o Vasco ainda pode dar uma virada e conseguir entrar na briga pelo título?

Odds Shark
Parceiro do Torcedores.com.

Crédito: Foto: Vasco/Site oficial

Nas primeiras rodadas da competição, o Vasco vinha aparecendo como favorito em seus duelos nas projeções das casas de apostas esportivas. Quem colocou suas fichas na equipe, porém, acabou quebrando a cara. Nas seis primeiras rodadas, o Vasco perdeu cinco vezes e ganhou apenas uma (contra a Liga Sorocabana, por 76×68, um triunfo que pagou R$ 1,24/R$ 1,00, conforme o site Oddsshark.com). Com isso, o Vasco é o penúltimo colocado na competição, empatado em pontos com o Botafogo.

E é justamente o clube da Estrela Solitária o adversário do Vasco nesta rodada, que começa nesta quinta-feira (14). O jogo entre Vasco e Fogão acontece só na terça-feira (19), às 19h30 (de Brasília), no Parque Olímpico da Barra da Tijuca. Os ingressos para o duelo, aliás, já estão à venda, e custam entre R$ 10,00 e R$ 20,00. E é bom a torcida vascaína comparecer, já que este é o momento de dar uma resposta e começar a se recuperar na competição. Ainda dá tempo para embalar e entrar na zona de classificação aos playoffs, mas o Vasco precisa começar a vencer.

Elenco qualificado
Com quinze equipes brigando por doze vagas no mata-mata (sendo os quatro primeiros com classificação direta às quartas-de-final), o NBB ainda está em seu início (a primeira fase tem 28 rodadas). Isso dá ao Vasco a chance de reagir e concretizar o potencial do grupo, que antes do início da competição foi o vencedor da Copa Avianca, um torneio preparatório para a principal liga nacional. O Vasco ganhou todas as suas seis partidas e faturou a taça de forma incontestável. Foi o terceiro título do clube em seu retorno ao basquete, depois da Liga Ouro e do Super Four de 2016.

O investimento vascaíno na modalidade foi pesado, com a contratação de nada menos de oito reforços, um aumento de 35% no orçamento do time. Além da manutenção do técnico Dedé Barbosa, do armador Nezinho e do ala David Jackson, o Vasco acertou as contratações de Fúlvio, Lucas Mariano, Gui Deodato, Dedé Stefanelli, Gustavo, Hayes e Renato. Mas a chegada mais importante foi a do ala-pivô Guilherme Giovannoni, uma das referências da seleção brasileira nos últimos anos, que chegou a São Januário para ser um dos líderes do grupo.

“Eu acho que são cinco ou seis equipes na briga pelo título, e o Vasco está nesse bolo”, disse o experiente Giovannoni pouco antes da estreia na competição. De acordo com o atleta, que estava no Brasília, esta temporada tinha tudo para marcar um grande salto no basquete do Vasco. “2016 foi um ano de transição, o Vasco estava fora do basquete havia muito tempo. Agora, com a equipe mais fortalecida, será muito competitivo e vai lutar para estar entre os primeiros”, avaliou o ala-pivô de 37 anos. Em teoria, faz todo o sentido – no papel, o Vasco é time para brigar pela taça. Mas já passou da hora de começar a ganhar no NBB.

História gloriosa
O Vasco começou a competir no basquete em 1925, e construiu uma bonita trajetória na modalidade. Com vários títulos estaduais, a agremiação teve sua melhor fase no basquete a partir do fim dos anos 1990. A torcida cruzmaltina comemorou os títulos do Campeonato Brasileiro e da Liga Sul-Americana. Um momento inesquecível foi a participação no McDonald’s Championships, em que o Vasco bateu vários campeões continentais e caiu apenas para o gigante San Antonio Spurs, por 103×68. Entre os atletas que formaram aquele esquadrão estavam Rogério, Vargas, Helinho, Sandro Varejão, Ricardinho e Nenê.

Os jogos do Vasco da Gama no NBB (odds segundo o Oddsshark.com):

Vitória 77×74 Vasco da Gama (R$ 1,73)
Basquete Cearense 85×76 Vasco da Gama (R$ 1,99)
Vasco da Gama 75×82 Mogi das Cruzes (R$ 1,92)
Vasco da Gama 76×68 Liga Sorocabana (R$ 1,24)
Vasco da Gama 71×82 Pinheiros (R$ 2,91)

Confira a classificação atual do NBB:

1º Mogi das Cruzes – 15 pontos – Vaga nas Quartas de Final
2º Pinheiros – 14 – Quartas de Final
3º Caxias Basquete – 12 – Quartas de Final
4º Minas TC – 11 – Quartas de Final
5º Paulistano – 11 – Oitavas de Final
6º Campo Mourão – 11 – Oitavas de Final
7º Bauru – 10 – Oitavas de Final
8º Basquete Cearense – 10 – Oitavas de Final
9º Liga Sorocabana – 10 – Oitavas de Final
10º Franca – 8 – Oitavas de Final
11º Joinville – 9 – Oitavas de Final
12º Flamengo – 7 – Oitavas de Final
13º Vitória – 7
14º Vasco da Gama – 7 – Liga Ouro
15º º Botafogo – 7 – Liga Ouro

Aproveite e confira outros odds no Torcedores.