Review F1 2017: o ano da consagração de Lewis Hamilton

Depois de ter perdido o título de 2016 para seu rival Nico Rosberg, Lewis Hamilton teve como adversário em 2017 a Ferrari e Sebastian Vettel. E após ter ficado a primeira metade da temporada atrás do alemão, fez uma segunda metade perfeita, e além de superar o número de poles positions de Senna e Schumacher, conquistou o tetracampeonato.

Rodrigo Nascimento dos Santos
Colaborador do Torcedores

Crédito: Reprodução: Facebook oficial Lewis Hamilton

Não tem como negar: 2017 foi o ano de Lewis Hamilton na F1. Após ter ficado com o vice campeonato de 2016, e ver seu principal adversário, Nico Rosberg, ficar com o mundial, o piloto britânico não pensava em outra coisa a não ser, voltar a conquistar o título.

E apesar de seu rival ter se retirado da F1 uma semana após conquistar o título, Hamilton ganhou um adversário a altura em 2017: o tetracampeão Sebastian Vettel, e a Ferrari.

A vitória do time de Maranello na estreia da temporada, já deixava claro para Hamilton e Mercedes que não seria fácil. A primeira metade da temporada teve Vettel na liderança, e apesar da Mercedes se mostrar muito veloz nos treinos classificatórios (o que fez com que Lewis superasse o número de poles de Senna e Schumacher), a Ferrari era mais consistente nas corridas.

Mas, ao voltar das férias do verão europeu, Hamilton estava decidido a assumir a liderança do mundial, o que não tardou a acontecer. Enquanto o piloto inglês e a Mercedes estavam fazendo um trabalho impecável, a Ferrari começava a apresentar problemas, e já não conseguia acompanhar o ritmo do time alemão.

Em uma de suas melhores temporadas na F1, Hamilton garantiu o título por antecipação em Austin, no GP dos Estados Unidos, e de uma vez por todas, garantiu seu nome entre os maiores pilotos da F1.

Apesar de deixar claro que não tem a intenção de superar Schumacher, Hamilton sabe que todos agora esperam que ele possa ir ainda mais longe, e superar novos recordes. E em 2018, teremos o tira-teima entre ele e Vettel: quem conseguirá o penta primeiro?

LEIA MAIS:
HAMILTON SE DESCULPA POR REPREENDER SOBRINHO EM VÍDEO
REVIEW F1 2017: FINALMENTE, VETTEL E A FERRARI VOLTARAM A LUTA POR TÍTULOS