Torcedores – Notícias Esportivas

Treinador de GSP coloca sequência da carreira do lutador em dúvida

Georges St-Pierre abdicou do cinturão dos médios do UFC devido a uma condição médica que o deve tirar das lutas por algum tempo. Mas a própria sequência da carreira de GSP foi colocada em xeque por John Danaher, técnico de jiu-jitsu do canadense.

Victor Martins
Formado na Universidade Metodista de São Paulo. No Torcedores desde 2016 ou algo parecido.Antes trabalhei para a GG12 (empresa de prestação de serviços de conteúdo para sites), prestando serviços para sites como Federação Paulista de Futebol, Chico Lang, 10dofutebol, Milton Neves, Rádio Capital e outros,

Crédito: Reprodução/Facebook Oficial UFC

Danaher afirmou ao programa ‘The MMAHour’ que a colite ulcerosa que o canadense teve diagnosticada pode influir nas futuras decisões de ‘Rush’ sobre sua carreira. E até cogita que o ex-campeão de duas categorias (meio-médios e médios) do Ultimate não volte mais a lutar,

“Essa é uma possibilidade (de aposentadoria de GSP). Não quero falar porque não cabe a mim decidir isso. É uma decisão pessoal do Georges. Não é uma decisão que se deve tomar no calor do momento. São decisões que mudam vidas. Elas serão feitas dependendo da reação que ele tiver com os remédios que vem tomando para se curar dessa colite”, declarou o treinador do ex-campeão.

Danaher sugeriu que tal decisão pode demorar a acontecer. A medicação tomada por St-Pierre para se curar da doença pode surtir efeito em, no máximo, oito meses. Apenas quando tais efeitos forem notados é que a carreira do canadense terá seu caminho definido.

“Pelo que entendi, os medicamentos que são ministrados para colite ulcerosa demoram algum tempo, entre três a oito meses, para dar efeito. Vamos ver como ele reage aos remédios e decidiremos baseado nisso. Sei que quando ele enfrentou o (Michael) Bisping, Georges estava psicologicamente bem. Desde que esse problema surgiu e se tornou prevalente durante os treinos, já é uma questão em aberto. Vai ser determinado pela reação que ele terá aos remédios”, comentou.

LEIA MAIS

HÁ EXATOS DOIS ANOS, JOSÉ ALDO PERDIA A ‘MAJESTADE’

“JON JONES É O VERDADEIRO CAMPEÃO”, DIZ ALEXANDER GUSTAFSSON

(Crédito da foto: Reprodução/Facebook Oficial UFC)