Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Vídeo: Muro na Arena Condá faz homenagem aos “Eternos Campeões”

Nesta sexta-feira (15) o artista Digo Cardoso finalizou os trabalhos em um muro da Arena Condá. O artista de Chapecó foi convidado a fazer um muro com todos os rostos de cada um que se foram no acidente de 29 de novembro de 2016.

Joao Rafael Pinheiro
Jornalista em formação pela FAPCOM. Repórter esportivo na Web Rádio Futgol Esportes. Setorista da Chapecoense no Torcedores.com. Fã de automobilismo

Crédito: Foto: Divulgação/ Muro da Chapecoense eterniza vítimas de acidente

Conhecido por ter suas obras espalhadas pelas ruas de Chapecó, o artista foi chamado inicialmente para fazer um quadro individual de cada um que se foi naquele acidente e entregar a família. Como uma forma de homenagear cada um. Mas em meados de outubro, o artista ganhou uma missão mais difícil. Desenhar as expressões de cada jogador, comissão técnica, convidados e jornalista e até dos próprios sobreviventes no muro, de um complexo da Arena Condá.

Para o site oficial do clube, o artista disse que se sente lisonjeado em fazer a ação que, segundo ele é uma honra. “Sempre tive muita vontade de fazer algo para a Chapecoense, porém acabei não fazendo quando aconteceu o acidente porque era um momento muito delicado. Tinha que ter cuidado para não parecer um oportunismo. E, um ano depois, veio essa oportunidade de fazer um painel, a pedido do clube. Então, nem passou pela cabeça não aceitar“, afirmou.

Aniversário CLUBE EXTRA

Clique e veja as melhores promoções!

Digo ainda relata que não foi um trabalho fácil, pois estava lidando com muitos sentimentos. “Este trabalho carrega uma responsabilidade muito grande, porque estou lidando com muitas famílias e muitos sentimentos. A primeira responsabilidade é conseguir agradar. Trazer uma alegria pras pessoas que vão olhar e lembrar dessa história – que sempre vai ter um peso e ser algo difícil de engolir – mas a grande responsabilidade é conseguir converter tudo isso em uma coisa boa“.

O artista ainda relata que precisou conviver com a emoção, que ás vezes sua ficha cai, e que aquelas pessoas não estão mais na terra. Mas que a sua arte deixará aquele bom sentimento para a eternidade. “Eu nunca vou poder falar deste trabalho sem usar a palavra ‘honra“.

Veja como ficou o trabalho de Digo Cardoso,, no vídeo abaixo divulgado pela Chapecoense.

LEIA MAIS
REPRESENTANTES DA CHAPECOENSE VÃO A BRASÍLIA COBRAR GOVERNO DA COLÔMBIA E DA BOLÍVIA
CHAPECOENSE VAI DISPUTAR TORNEIO INTERNACIONAL SUB-17 NO JAPÃO
MERCADO DA BOLA: CONFIRA UM RESUMO DAS NEGOCIAÇÕES DA CHAPECOENSE
VEJA OS CARROS QUE VOCÊ PODERIA COMPRAR SE TIVESSE O SALÁRIO DE WELLINGTON PAULISTA NA CHAPECOENSE