Torcedores – Notícias Esportivas

Vôlei: Fluminense alcança o quinto lugar indo além das expectativas

O Fluminense, dono de inúmeros títulos no voleibol feminino, ficou muitos anos afastado dos holofotes deste esporte. Em 2015, os cartolas decidiram tirar o projeto da equipe adulta da gaveta. No ano seguinte, vieram o título Estadual, que quebrou uma longa hegemonia do Rexona, e o acesso à série A do país. Até onde pode ir o Tricolor? Há esperanças de título? Confira abaixo as últimas notícias e os prêmios pagos, segundo o Oddsshark.com.

Odds Shark
Parceiro do Torcedores.com.

 

Histórico do Tricolor

Títulos importantes não faltam na história do naipe feminino de voleibol nas Laranjeiras. Vamos enumerar os principais? São seis Sul-Americanos (1971, 1972, 1977, 1978, 1979 e 1980), cinco Brasileiros (1971, 1972, 1975, 1976 e 1981), vinte e sete Estaduais, sendo que o conquistou pela última vez em 2016, encerrando um jejum de dezenove anos sem terminar na ponta.

Quando entrou em quadra pela Superliga de 2016/17, o Tricolor quebrou um jejum que vinha desde 1983, ano de sua última aparição na primeira divisão.

O segredo do sucesso do Fluminense está na base. O Pó de Arroz tem as melhores equipes do estado do Rio de Janeiro do sub-20 ao sub-13. O técnico Hymler Nascimento também foi cria da casa e treinou durante muito tempo os quadros juvenis, infanto-juvenis, infantis e mirins.

Os destaques individuais dentro de quadra são Lara Nobre, Letícia Hage, Michelle Pavão, Renatinha, Fernanda, Thaisinha e Giovanna.

 

Engatou a quinta

O Fluminense alcançou o quinto êxito seguido ao fazer 3 a 0 sobre o SESI (parciais de 25/21, 25/18 e 25/23), no último dia 09 (R$ 1,05 / um, segundo as casas de apostas esportivas). Desde que retornou ao primeiro patamar do vôlei, é a primeira vez que o Fluzão alcança o quinto lugar. Isso permite com que as cariocas evitem cruzamentos precoces contra o Praia Clube de Uberlândia, SESC e Osasco, tanto na Copa do Brasil, quanto nos playoffs de 2018.

A campanha das Guerreiras até o momento é de 19 pontos (sete vitórias e quatro derrotas). A ponteira Michelle tem sido a líder do sexteto dentro de quadra. Ela comentou que o grupo melhorou bastante o entrosamento e já amadureceu muito desde o início da pré-temporada.

Ser as melhores do Brasil ainda é um objetivo distante. Caso a zebra aconteça, o investidor ganha excelentes R$ 151 / um, segundo o Oddsshark.com.

 

Anote na agenda

As Guerreiras ainda medem forças com dois oponentes este ano (sem falar na Copa do Brasil). Na segunda-feira, o plantel estará no Distrito Federal para pegar o Brasília. Na sexta-feira, na Hebraica, do outro lado da rede estará o Vôlei Bauru.

 

Regulamento da Superliga

Os doze postulantes ao título duelam em ida e volta totalizando 22 rodadas. Ao final da primeira fase, os oito primeiros se credenciam para os playoffs e os dois piores são rebaixados.

 

Estreia na Copa do Brasil

Os oito melhores do primeiro turno da Superliga se classificam para a Copa do Brasil que é disputada no formato mata-mata em jogos únicos. As quartas de final acontecem a partir desta noite. As semifinais e as finais são em janeiro.

O Fluminense debuta diante do Minas TC, às 20h00, em Belo Horizonte. Esta chave é bastante equilibrada, pois reúne o quarto contra o quinto da classificação ligueira.

 

Sucesso na base

Somente em 2017, o Fluminense se sagrou campeão brasileiro no sub-15 e no sub-18, levantou as Taças Paraná no sub-16 e no sub-21, comemorou os Torneios Início infantil, infanto-juvenil e juvenil e deu a volta olímpica no Estadual juvenil. O clube ainda tenta os títulos estaduais das demais categorias. É bom lembrar que o Rio de Janeiro conta com três rivais fortíssimos: Botafogo, Flamengo e Tijuca TC, o que mostra a competência das escolinhas do Tricolor.

Se o caminho é este, quem sabe o Pó de Arroz não investe em breve no naipe masculino? As medalhas também vêm com frequência para as Laranjeiras. Atualmente, quem estoura a idade juvenil precisa continuar jogando em outro lugar, o que é uma pena para o trabalho de formação do clube.

 

Veja outros odds no Torcedores.

 

A campanha do Fluzão:

Fluminense 3×0 SESI (R$ 1,05)

Pinheiros 2×3 Fluminense (R$ 2,00)

Fluminense 3×1 São Caetano (R$ 1,26)

Valinhos 1×3 Fluminense (R$ 1,10)

Fluminense 3×0 Barueri (R$ 2,62)

SESC 3×0 Fluminense (R$ 1,06)

Fluminense 3×2 Osasco (R$ 5,52)

Praia Clube de Uberlândia 3×0 Fluminense (R$ 1,06)

Fluminense 0x3 Minas TC (R$ 1,35)

Vôlei Bauru 3×1 Fluminense (R$ 1,49)

Fluminense 3×0 Brasília (R$ 1,33)

 

Classificação:

1º Praia Clube de Uberlândia – 33 – Playoffs.

2º SESC – 28 – Playoffs.

3º Osasco – 22 – Playoffs.

4º Minas TC – 21 – Playoffs.

Fluminense – 19 – Playoffs.

6º Barueri – 18 – Playoffs.

7º Pinheiros – 18 – Playoffs.

8º São Caetano – 14 – Playoffs.

9º Vôlei Bauru – 13

10º Brasília – 10

11º Valinhos – 4 – Rebaixado.

12º SESI – 1 – Rebaixado.