F1: Após 2017 “apagado”, Raikkonen coloca título como meta para 2018

Com certeza 2017 não foi um ano tão bom para Kimi Raikkonen na F1: mesmo com a evolução da Ferrari, que passou boa parte da temporada sonhando com a possibilidade de conquistar o título, e com Vettel vencendo algumas corridas, o “Iceman” teve um rendimento abaixo do esperado, e agora, ele tem uma nova meta para 2018: lutar pelo título.

Rodrigo Nascimento dos Santos
Colaborador do Torcedores

Crédito: Instagram oficial de Kimi Raikkonen

A Ferrari melhorou em 2017, e a prova disso foi Sebastian Vettel vencendo algumas provas e passando boa parte da temporada lutando pelo título com Lewis Hamilton. Porém, mesmo com esta melhora do time de Maranello, Kimi Raikkonen foi um mero coadjuvante, sendo que seu grande momento na temporada foi a pole position no GP de Mônaco.

O próprio Raikkonen reconheceu que não foi bem em 2017, e por conta disso, o finlandês traçou uma nova meta para 2018: lutar pelo título mundial. O “Iceman” acredita que a Ferrari terá um bom carro em 2018, e que desta vez, ele conseguirá voltar a brigar por vitórias:

“Obviamente, quero lutar pelo campeonato neste ano”, disse Räikkönen. “Acho que, pessoalmente, começamos [2017] muito mal ― não estávamos realmente felizes com o acerto e levou algum tempo para resolvermos isso. Depois disso foi melhor, mas aí tivemos muitos abandonos por razões diferentes”, comentou Kimi.

“Mas eu acho que, como um time, percorremos um longo caminho. Obviamente, não o suficiente para o que gostaríamos, mas acho que temos todas as ferramentas. Nós só precisamos ajustar as coisas, não cometer erros e não ter problemas em nenhum dos lados, seja do piloto ou do time. Claro, começamos do zero, então tomara que estejamos lá”, concluiu o finlandês, que tem 38 anos e provavelmente fará este ano a sua última temporada pela Ferrari.

LEIA MAIS:
SENTE FALTA DAS CORRIDAS? CONFIRA SETE FILMES PARA ASSISTIR E MATAR A SAUDADE
F1 REGISTRA AUMENTO DE AUDIÊNCIA E GRANDE CRESCIMENTO NAS REDES SOCIAIS EM 2017