Presidente do Grêmio diz que Geromel, especulado no Palmeiras e no Cruzeiro, só sai por R$ 70 milhões

Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Desde a confirmação da saída de Yerry Mina para o Barcelona, muitos torcedores começaram a pedir a contratação de Pedro Geromel, campeão da Libertadores com o Grêmio, para substituir o colombiano, mesmo sabendo que uma possível negociação seria muito difícil. O Cruzeiro também seria outro clube interessado no futebol do jogador.

Mas em entrevista ao blog do Jorge Nicola, o presidente do Tricolor gaúcho, Romildo Bolzan Jr., garantiu que o jogador só sairá pelo valor da multa rescisória.“Não topo nem abrir negociação. O Geromel só sai pela multa rescisória, que é de R$ 70 milhões. Se algum clube estiver interessado, paga a multa. Do contrário, o Geromel não sai”, garantiu Bolzan.

“Ele é nosso capitão, exerce uma liderança ética e moral, está completamente entrosado e vinculado ao Grêmio… Enfim, ele é emblemático”, explicou o dirigente.

O mandatário do Grêmio ainda garantiu que nem Palmeiras e nem o Cruzeiro fizeram propostas pelo jogador. “ Posso assegurar que ninguém nos procurou. Se houve contato com o empresário do Geromel ou algo do tipo, não sei. Mas, com o Grêmio, não teve nada.”

A informação também foi negada pelo empresário do atleta, Maickel Portela “A princípio, nós recebemos apenas sondagens. De oficial não chegou nada em nossas mãos”, afirmou ao quadro Central do Mercado, do canal Sportv.

Pedro Geromel foi revelado pelo próprio Palmeiras, mas sem espaço no Verdão, foi negociado com um clube português. Depois disso, ainda passou pela Espanha e Alemanha, antes de desembarcar no Grêmio, em 2014.

Você é bom de palpites esportivos? Conheça a Bodog e aproveite bônus especiais