Ministério público recomenda que policia limite entrada de bandeiras nos estádios

O MPSP (ministério público de São Paulo) fez uma recomendação para que a PM limite a entrada de bandeiras e instrumentos por parte das torcidas organizadas dos times paulistas.

Redação Torcedores
Textos publicados pela Redação do Torcedores.com.Contato: redacao@torcedores.com

A noticia foi veiculada primeiramente pelo site “globoesporte.com”, segundo a fonte o Ministério Público de São Paulo recomendou a Policia Militar que limite o número de artefatos levados por torcidas organizadas para os jogos de futebol. Esses artefatos podem ser bandeirões, bandeiras e instrumentos musicais utilizados tradicionalmente pelas torcidas organizadas. Ainda segundo informações cada torcida organizada poderá levar um bandeirão, uma faixa e até sete instrumentos.

Entramos em contato com a assessoria de imprensa do Ministério Público de São Paulo durante a produção dessa matéria e recebemos a confirmação de que realmente foi feita essa recomendação a Policia Militar.

A volta das bandeiras e instrumentos foi concedida em julho do ano passado após decisão após decisão da SSP (secretaria de segurança pública) do estado de São Paulo. Para que a medida passasse a vigorar as torcidas organizadas tiveram que assinar um termo de compromisso se comprometendo a cumprir todas as medidas impostas pela SSP, só assim a  volta das bandeiras e instrumentos seria aceita.

Vale ressaltar que os clássicos do futebol paulista continuarão com torcida única, com uma novidade, o clássico entre Ponte Preta e Guarani foi incluído na lista. Sendo assim nos jogos entre Santos, São Paulo, Palmeiras e Corinthians, Guarani e Ponte Preta, só terão a torcida do time mandante. A medida tomada em relação à Ponte Preta se deve a frequência de confusões envolvendo a torcida organizada do clube. A última delas foi durante a partida entre Ponte Preta e Botafogo-SP pela Copa São Paulo de Futebol Júnior, jogo que eliminou a Macaca da competição, na partida em questão a policia apreendeu com a torcida do clube 13 barras de ferro, além das barras 35 torcedores também foram detidos.