Boxe

Números de PPV de Mayweather x McGregor causam discussão; Entenda!

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Crédito: Reprodução

Segundo dados do canal de TV americano Showtime, a vendas de pay-per-view da luta entre Floyd Mayweather Jr e Conor McGregor foram estimadas em 4,3 milhões de pacotes na América do Norte. Números por si só já enormes, mas que causaram a revolta do UFC e do próprio irlandês.

Em entrevista ao Yahoo! Sports, o chefão do Ultimate, Dana White, mostrou revolta com a divulgação de tais números. O presidente da principal organização de MMA do mundo, que co-promoveu o evento com o Showtime e a empresa promotora de Mayweather, afirmou que tais números são maiores do que os divulgados. No caso, seria o fato de ‘MayMac’ quebrou o recorde de vendas do PPV, que pertence a uma luta de ‘Money’ contra Manny Pacquiao.

“Não ligo pra essa m*** que o Showtime diz que é um ‘release’. É a maior luta da história dos esportes de combate. a luta vendeu 6,7 milhões de pacotes. Se não houvessem problemas com alguns serviços, poderíamos ter chegado fácil a sete milhões. Foi o maior evento da história do boxe e só tinha um cara do boxe ali. Eu desprezo os caras do Showtime e não quero mais trabalhar com eles. Acho que poderia fazer um trabalho melhor que eles na promoção”, disparou White.

As palavras de White ganharam eco em um dos envolvidos na luta. McGregor, que chegou a ter rusgas com os organizadores na turnê promocional da luta, reiterou que sua luta quebrou todos os recordes de pay-per-view do boxe.

“Cale essa boca de pilantra. Quem dá a mínima sobre números da América do Norte quando somos os REIS DO MUNDO seu otário. Somos o número 1 no mundo inteiro”, escreveu o irlandês no Twitter.

Stephen Espinoza, dirigente do canal de TV, prontamente respondeu a seus críticos, afirmando que o próprio UFC ficou ciente dos números apresentados no ‘release’ e que não houve qualquer reclamação quando houve a divulgação.

“Parece que ele (Dana White) está bravo por cometermos o pecado de dizer a verdade quando apresentamos os números corretos de compras de PPV na América do Norte para MayMac. O estranho é que te desprezam por você ter emitido um comunicado com a benção de todas as partes”, escreveu Espinoza no Twitter.

“Exceto que nem foi número 1 de vendas no mundo inteiro também”, disse o dirigente do canal ao irlandês.

LEIA MAIS

 

(Crédito da foto: Reprodução)