Esportes Olímpicos

O que você precisa saber sobre a volta da Superliga Masculina

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Crédito: Foto Rafinha Oliveira/EMS Taubaté Funvic

O ano de 2017 acabou, e assim a primeira fase de classificação da Superliga Masculina de Vôlei. Após 12 rodadas disputadas, a liderança do torneio está com a equipe do Sesc-RJ, que com um jogo a mais que o Sada Cruzeiro, conta com 31 pontos na classificação. Os mineiros após a maratona de partidas antes do Mundial de Clubes focam somente na competição nacional e na recuperação da liderança da competição.

Fecham a lista dos quatro primeiros colocados as equipes do Sesi-SP e EMS Funvic Taubaté, terceiro e quarto colocados respectivamente. O time da capital paulista deve contar no restante da temporada com a volta de Murilo, agora na função de líbero. Já o clube do interior paulista não deve contar com Lucarelli para o segundo turno. O jogador realiza a recuperação de uma lesão no tornozelo.

LEIA MAIS:

O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE A VOLTA DA SUPERLIGA FEMININA
RETROSPECTIVA 2017: RELEMBRE O GRAND PRIX

Nas estatísticas individuais, o oposto Wallace do EMS Funvic Taubaté aparece com 203 pontos, e lidera as estatísticas de maior pontuador do torneio. No fundamento bloqueio, o central campeão olímpico Maurício Souza pontuou em 31 ações. Já o saque tem como destaque o central cubano Simon, do Sada Cruzeiro.

Após as férias de final de ano, os clubes voltam a atuar pela Superliga no dia 13 de janeiro. Os jogos serão válidos pela segunda rodada do returno, e a partida entre líder e vice-lider é o grande destaque da primeira rodada da competição de 2018.

Confira a classificação da Superliga Masculina

Foto: CBV