Paulistão 2018: 5 times que podem surpreender na competição

Apesar da imensa hegemonia dos quatro grandes, o Paulistão sempre conta com boas surpresas em suas edições, equipes que dão trabalho e revelam ótimos jogadores que inevitavelmente, despertam a atenção no mercado. Como 2018 é ano de Copa do Mundo, a competição foi antecipada em duas semanas, em relação à de 2017. Sendo assim, a bola rola a partir desta quarta-feira (17), e tem a última partida da final agendada para o dia 8 de abril.

Cido Vieira
Jornalista formado e apaixonado por futebol desde criança. No Torcedores.com desde o ano de 2017, já acumulei diversas funções no site e atualmente me dedico a cobertura do futebol nordestino. No Twitter (@cidovieira90)

Crédito: Com uma bagagem extensa no futebol, atacante Eder Luis é uma das esperanças do Toro Loko no Paulistão (Foto: Red Bull Brasil - Divulgação)

Pensando nos “azarões”, o Torcedores.com traz para você uma lista com cinco equipes que podem surpreender nesse Paulistão e quem sabe porque não repetir o feito de levantar o tão sonhado troféu, já realizado em edições anteriores.

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

 

Ituano

Campeão em 2014, – a última equipe do interior a conquistar o feito – o Ituano aposta na superstição e na experiência de alguns de seus atletas para ir bem na competição. Com relação ao dado extra-campo, o time de Itu foi campeão justamente num ano de Copa, e já tinha Juninho Paulista como seu gestor.

No fator elenco, o técnico Vinicius Bergantim, promovido após alguns trabalhos na base, tem a disposição jogadores bem conhecidos, como é o caso do goleiro Vagner e do volante Corrêa, com passagens pelo Palmeiras; do zagueiro Rodrigo Sam e do atacante Marcelinho, ex-Corinthians, e aos atacante Ronaldo e Anderson Aquino, ex-Botafogo. Apesar de colocar como foco a vaga na Série D, o Galo de Itu promete complicar a vida dos grandes, principalmente atuando dentro de sua casa.

Mirassol

Apesar da frustração de não ter passado da primeira fase em 2017, o Mirassol do técnico Moisés Egert vem forte para 2018. Com os cofres recheados, após a venda do ex-São Paulo, Luiz Araújo, para o Lille, o clube do interior fez a aquisição de um terreno e já está construindo um moderno CT. No elenco, a proposta é mesclar jovens da própria base, com jogadores já bem conhecidos da torcida, como é o caso do meia Xuxa, e do atacante Zé Roberto.

  Red Bull Brasil

O Red Bull Brasil quer voltar a surpreender no Paulistão. Em quatro anos na elite, o Toro Loko foi bem nas duas primeiras edições em que participou do estadual (2014 e 2015), chegando nas quartas de final. Mas nos anos seguintes a briga acabou se resumindo a permanência, e por pouco a equipe não foi rebaixada para à A2.

Com um time recheado de jogadores já bem renomados no cenário nacional, como por exemplo o goleiro Julio Cesar (ex-Corinthians), os zagueiros Ewerton Páscoa (ex-Santos) e Tiago Alves (ex-Palmeiras), além do atacante Eder Luis (ex-Paulo), – principal esperança de gols da equipe para a temporada – o time de Campinas deverá ser pedra no sapato de muitas equipes, e busca no mínimo uma vaga nas finais, para consolidar a vaga na Série D.

Santo André

A aposta do Santo André para repetir os anos de glória do passado foi montar uma equipe com jogadores de diversas regiões do país. Ao todo, a equipe do técnico Sérgio Soares contratou 15 nomes na busca por saltos maiores em 2018.

Uma das peças que merecem destaque na equipe do ABC é o volante Flávio, recém-contratado do Vitória, e com passagens pela seleção brasileira sub-20. Além dele, o meia Tinga, ex-Palmeiras, o experiente zagueiro Halisson, presente na campanha do vice-campeonato em 2010, e o atacante Lincom, que já teve boas passagens pelo Bragantino, reforçam a equipe do interior paulista na busca pelos objetivos na temporada.

 São Bento
Em total ascensão, o São Bento promete em 2018 se consolidar ainda mais no cenário nacional. Além do Paulistão, o clube retornou a Série B do Brasileirão e terá uma temporada intensa. Para isso, o time do interior confia no trabalho do técnico Paulo Roberto Santos, o mais longevo no cargo entre todos os clubes brasileiros.