Futebol

Presidente do Grêmio manda recado aos clubes interessados em Geromel: “Nem vamos ouvir”

Publicado às

Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Dupla Gre-Nal.

Grêmio

Foto: Grêmio

Crédito: Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Não interessa o valor envolvido, nem o clube do outro lado do balcão: o Grêmio não irá se desfazer de Pedro Geromel, considerado pela cúpula tricolor como um dos pilares do time e responsável direto pelo grande momento vivido desde 2016. Em entrevista publicada pelo Globoesporte.com neste sábado, o presidente Romildo Bolzan garantiu que “nem vamos ouvir” qualquer tipo de abordagem pelo zagueiro.

“O Geromel é inegociável. É um jogador estratégico para as pretensões do Grêmio para ter um elenco competitivo, para brigar por títulos. O Grêmio tem jogadores que não podem sair, que são estratégicos para a equipe. Nem vamos ouvir (proposta)”, garantiu o presidente.

A postura da direção está em sintonia com o próprio jogador, que, em mais de uma ocasião, garantiu que não tem desejo de sair do clube. Nos bastidores, já fala até em se aposentar com a camisa do Grêmio. Durante a premiação do Bola de Prata, da Revista Placar em parceria com a ESPN Brasil, no início de dezembro do ano passado – antes da disputa do Mundial, do qual novamente foi destaque absoluto -, ele garantiu que não sairia de Porto Alegre em 2018.

“Eu estou muito feliz no Grêmio. Não vejo motivos para sair agora. Eu tô muito focado aqui no Grêmio e quero fazer o meu melhor. Temos o Mundial agora. No ano passado ganhamos um título importante, esse ano ganhamos de novo. Então não tem sentido eu sair. A chance é zero. Nenhuma”, garantiu, lembrando, na ocasião, que ainda tinha mais dois anos de contrato.

Nesta semana, o portal UOL Esporte informou que o Cruzeiro tentou buscar contato com Geromel, mas não avançou nas conversas justamente pelo desejo do jogador, que é de permanecer no Grêmio. Desde 2014 no clube, o zagueiro de 32 anos foi peça decisiva nas conquistas recentes da Copa do Brasil de 2016 e a Libertadores de 2017.

LEIA MAIS:

Roger ficou no quase e Mano conseguiu: Renato tem desafio pessoal no Grêmio em 2018

Edílson reverencia o Grêmio na chegada ao Cruzeiro: “Saí do maior do Sul”

Alinhado com Renato, técnico do Grêmio no início do Gauchão projeta: “Meninos darão frutos”