Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Surpreso com quantidade de voltas nos testes, Alonso cobra melhor ritmo para as 24 Horas de Daytona

Fernando Alonso se mostrou surpreso por ter dado poucas voltas durante os testes para as 24 Horas de Daytona realizados no último fim de semana. O espanhol também cobrou um melhor ritmo do carro para a tradicional prova de Endurance, já que durante a maioria dos testes, ficou fora do top-10.

Rodrigo Nascimento dos Santos
Colaborador do Torcedores

Crédito: Twitter Oficial Rolex 24 Hours

O fim de semana em Daytona não foi exatamente como Fernando Alonso esperava: o carro não teve um bom desempenho, terminando quase todas as sessões fora do top-10, e ainda por cima, o piloto espanhol ficou de fora de duas sessões, pilotando por uma quantidade de voltas abaixo do esperado:

“Ainda tem pequenas coisas acontecendo e é a mesma coisa com a performance do carro. Obviamente, é cedo, são só testes, mas nós precisamos encontrar mais ritmo e, tomara, sermos mais competitivos quando voltarmos para a corrida”, comentou Alonso após o testes do fim de semana.

“A quantidade de voltas não foi enorme, mas é melhor do que nada e me sinto mais preparado para a corrida agora, com certeza. Foi um bom fim de semana para trabalhar com os caras, com o time, com os companheiros de equipe, e entrar no clima de compartilhar tudo e me adaptar, e fazer compromissos entre todos nós para ficarmos felizes no geral.”

“Esta era a prioridade principal para o fim de semana e foi o que conseguirmos. Isso foi positivo. Provavelmente, a maior surpresa foi o pouco tempo que passa no carro. As sessões não foram muito longas e você compartilha o carro, então você perde um pouco de tempo nas mudanças de pilotos, nas mudanças de setup e você acaba fazendo muito poucas voltas.”

Sobre a iluminação artificial e o tráfego, Alonso afirmou que não teve dificuldades: “Não foi uma grande diferença em comparação com o dia. Além disso, na F1 nós também temos corridas noturnas no Bahrein, em Singapura e em Abu Dhabi. O circuito é bem iluminado aqui, talvez não como outros circuitos de endurance, então não encontrei grandes problemas lá. A mesma coisa com o tráfego, eu estava com um pouco de medo disso. Tem sempre alguns momentos e alguns riscos quando você está ultrapassando carros aqui e ali ou se eles estão disputando um com o outro, mas isso é uma coisa normal que todos vão encarar, não só nós novatos”, concluiu.

LEIA MAIS:
ALONSO NÃO ACREDITA QUE OUTROS PILOTOS DA F1 POSSAM SE AVENTURAR EM DAYTONA NO FUTURO
FELIPE NASR CRAVA RECORDE EM DAYTONA, ENQUANTO FERNANDO ALONSO FICA FORA DO TOP-10