Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

UFC Belém: Dirigentes projetam sucesso de primeiro card no norte do Brasil

Pela primeira vez, o Ultimate Fighting Championship terá um card na região Norte do Brasil. O UFC Belém, marcado para o dia 3 de fevereiro, terá como luta principal o duelo entre Lyoto Machida e Eryk Anders na divisão peso-médio da organização.

Victor Martins
Um homem que acredita ser jornalista, escritor e 'chato'. Decidam vocês qual será a opção escolhida.Formado na Universidade Metodista de São Paulo. No Torcedores desde 2016 ou algo parecido.

Crédito: Divulgação/UFC

A chegada de um evento do Ultimate à capital paraense já é considerada algo como um sucesso pela organização. Philipe Menezes, diretor de operações do Ultimate, espera que o evento traga não apenas boas lutas, mas também resultados bem sucedidos economicamente para a região.

“O UFC chega para mais de um bilhão de lares, 125 países e 56 idiomas. O Pará é o terceiro estado do Brasil que mais assiste ao UFC. Nossa preocupação é de trabalhar junto com a cidade de Belém para elaborar um plano que traga resultados à região, já que esta realização envolveu uma grande movimentação para a economia e turismo no período do evento. Além disso, nós trabalhamos para oferecer experiências únicas aos fãs de MMA”, disse Menezes.

Titular da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel), Renilce Nicodemos também projeta que a chegada do UFC Belém pode trazer muitos benefícios à cidade e ao estado nos dias em que o card for realizado, com a esperança de ver o nome do Pará ser projetado de forma internacional.

“A nossa cidade será muito mais conhecida com esse evento que está sendo realizado pela primeira vez no Norte Um orgulho pode ver que nosso estado vai ser visto não só aqui dentro, mas fora do Brasil”, declarou Renilce.

Como forma de ligar a cidade e o estado ao card, o UFC Belém escalou uma série de atletas paraenses para o evento, casos de Iuri Marajó, Deiveson Figueiredo, Michel Trator, Douglas D’Silva e Polyana Viana. Além de Lyoto Machida, que nasceu na Bahia mas viveu a maior parte de sua vida no Pará.

LEIA MAIS

TÉCNICO DIZ QUE NÃO SABE SE GSP VOLTARÁ A LUTAR

PARA CYBORG, AMANDA NUNES SE APROVEITA DE FAMA DE OUTRAS LUTADORAS

(Crédito da foto: Divulgação/UFC)