Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Artilheiro do Palmeiras, Borja celebra confiança e busca vida longa no Palmeiras: “Não quero sair”

Autor de um dos gols do Palmeiras na vitória por 2 a 0 sobre o Mirassol nesse sábado (10), Miguel Borja vive momento de felicidade no Verdão. O atacante chegou a três gols no Paulistão e é o artilheiro da equipe e o vice da competição. Depois de um 2017 sem muito brilho, o colombiano vem se destacando neste ano e muito se deve ao técnico Roger Machado. 

Dayvidson Soares
Jornalista, com passagens por Globoesporte.com, Lance! (Craque do Futuro) e Jornal Gazeta de Alagoas. Apaixonado por futebol e boas histórias.

Crédito: Cesar Greco/ Ag. Palmeiras / Divulgação

“Mudou um pouco (forma de jogo do Palmeiras), porque agora o time joga mais com a bola. O professor Roger (Machado) tem mais posse (de bola) e isso ajuda mais o centroavante. Sobre tudo para mim. A pressão se sente mais quando não tem confiança em sim mesmo e nos treinador. Quando se tem a confiança do treinador se joga sem pressão”, disse Miguel Borja, em entrevista ao programa Esporte Espetacular, da Globo.

O atacante colombiano vem aproveitando bem a oportunidade dada pelo técnico Roger Machado nesse início de temporada, que vem gostando do desempenho de Borja. “Tenho visto o Miguel (Borja) muito motivado, desejando muito em 2018 fazer um ano importante, um ano positivo, de muitos gols”, contou o comandante do Palmeiras.

Contratado com o peso de ter sido a maior contratação da história do Palmeiras, que pagou 10 milhões de dólares ao Atlético Nacional para o contratar, Borja não conseguiu render o esperado em 2017 e marcou apenas 10 gols em 43 partidas. Ao Esporte Espetacular o atacante também falou do momento.

“Foi muito difícil para mim. Minha família ficava triste em casa porque as pessoas falavam que não acreditavam no que eu estava fazendo, eu não conseguia pegar o ritmo aqui do Brasil. Agora estou melhorando, sei que tenho que seguir melhorando, fazer grandes partidas, para que a torcida esteja sempre torcendo por mim”, falou Borja, que só pensa o Palmeiras e quer vida longa no clube: “Se Deus quiser eu vou ficar aqui. As pessoas me receberam muito bem, me sentir em casa e agora não quero sair de casa”

LEIA MAIS:

Paulistão 2018: Atacante do Botafogo-SP se isola na artilharia, mas tem Borja e Jadson na cola

Goleador do Brasil em 2018, atacante deixa clube da Série C e acerta com o Corinthians

Ex-promessa do Palmeiras, volante falta treino e é afastado de clube da Série B

Veja como está sendo o início de temporada dos jogadores que o Palmeiras emprestou