Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

COI anuncia fim de suspensão à Rússia por escândalo de doping

A Rússia, enfim, está livre de sanções do Comitê Olímpico Internacional (COI). A organização emitiu um comunicado nesta quarta-feira (28) no qual a suspensão imposta ao país devido a um escândalo de doping massivo entre atletas e sustentado pelo governo russo.

Victor Martins
Um homem que acredita ser jornalista, escritor e 'chato'. Decidam vocês qual será a opção escolhida.Formado na Universidade Metodista de São Paulo. No Torcedores desde 2016 ou algo parecido.

Crédito: Divulgação/Site Oficial do COI

“A notificação final de todos os resultados dos testes restantes dos Atletas Olímpicos da Rússia pela Unidade por um Esporte Livre do Doping (Doping-Free Sport Unit, DFSU) já foi recebida. E o Comitê Olímpico Internacional pode confirmar que todos os resultados foram negativos. Portanto, conforme decidido no último dia 25 de fevereiro pelo Comitê Executivo, a suspensão do Comitê Olímpico da Rússia está retirada com efeito imediato”, diz o comunicado no site oficial do COI.

Em entrevista à agência de notícias russa TASS, o chefe do Comitê Olímpico Russo, Alexander Zhukov, afirmou que já recebeu a notificação feita pelo COI sobre o fim da suspensão dos atletas do país, que vigorava desde dezembro de 2017.

“Hoje recebemos uma carta do Comitê Olímpico Internacional sobre nossa reintegração. A reintegração do comitê russo veio com o fim da averiguação dos exames antidoping dos atletas nos Jogos Olímpicos de Inverno. O COI pode confirmar que os resultados foram negativos”, disse Zhukov.

“Os últimos três meses foram os mais desafiadores da história do esporte russo. Tivemos que nos adequar a muitas condições antes e durante as Olimpíadas. E gostaria de agradecer a nossos atletas que puderam fazer uma boa performance mesmo com provocações”, completou.

Um sistema de manipulação no program antidoping no país, com participação estatal, causou a suspensão da Rússia pelo COI. Com isso, o país foi proibido de participar dos Jogos Olímpicos de Inverno, em PyeongChang (COR). Cerca de 168 atletas russos  ainda puderam disputar a competição, mas usando a bandeira olímpica e a designação de ‘Atletas Olímpicos da Rússia’. Durante as Olimpíadas, dois atletas russos acabaram pegos no antidoping, Alexander Krushelnickii, do curling e Nadezhda Sergeeva, no bobsled.

LEIA MAIS

Hugo Calderano faz história no ranking mundial de tênis de mesa; Entenda!

Assista golaço de brasileiro no polo aquático italiano

Com Felipe Wu, Copa do Mundo de Tiro Esportivo abre temporada 2018

 

 

 

(Crédito da foto: Divulgação/Site Oficial do COI)