Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Decisão da Libertadores de 2019 será em final única, diz blog

A Taça Libertadores da América terá final em jogo único a partir de 2019. O fato é comum nas maiores competições entre clubes do futebol europeu, como a Champions League a Europa League.

Victor de Freitas
Baiano, 25 anos, jornalista formado pela Universidade Jorge Amado (UniJorge). Apaixonado por esportes em geral, de preferência basquete, tênis e futebol. Contato: victorw10@outlook.com

Crédito: Foto: Divulgação

De acordo com o Blog do Ohata, do portal UOL, a final da Taça Libertadores será disputada em jogo único e em um país previamente definido a partir da próxima temporada. É provável também que o mesmo país seja sede da decisão da competição por dois anos consecutivos, a começar por 2019 e 2020.

Ainda segundo publicação do blog, o anúncio é esperado que seja feito ainda nesta semana, em reunião do conselho da CONMEBOL, que será iniciada nesta quinta-feira (22), no Uruguai.

A fórmula de disputa da final em um jogo único é vista com bons olhos pela CONMEBOL devido ao sucesso que as finais das competições europeis conseguem fazer. Tanto sob o ponto de vista do jogo em si, como em fatores extracampo, como acordos comerciais e público dos dois times em um país neutro.

Historicamente, a final da Libertadores é feita em jogos de ida e volta. Nos últimos anos, a CONMEBOL tirou o critério de gols fora de casa como vantagem um dos times nas finais, o que evitaria que times jogassem por empate no segundo jogo, a depender do resultado obtido na ida. Com a final em jogo único, a disputa pelo troféu de campeão do continental ficaria ainda mais acirrada.

O atual campeão da Libertadores é o Grêmio, que venceu o Lanús nos jogos de ida e volta, levantando a taça de campeão em solo argentino. Neste ano, a final também acontecerá em duas partidas.