Jonas defende Gabigol e diz por que atacante não foi utilizado no Benfica

O atacante Jonas vive ótima fase no Benfica, equipe que defende desde a metade da temporada de 2014. Neste sábado, o jogador falou com exclusividade com Jorge Nicola, sobre diversos assuntos, como Seleção, artilharia, futuro, retorno ao Brasil e também Gabigol, que foi seu companheiro nos últimos meses e recentemente retornou ao Brasil para jogar no Santos.

Eduardo Suguiyama
Eduardo Suguiyama é jornalista diplomado pela FIAM (Faculdades Integradas Alcântara Machado).

Crédito: Divulgação/ Site Oficial do Benfica

Gabigol deixou o Santos na metade do ano de 2016, cercado de muitas expectativas. O jovem atacante acertou sua transferência para a Internazionale-ITA, porém, no time italiano não se firmou, disputou apenas 10 partidas, marcou um único gol e foi emprestado para o Benfica, equipe no qual tinha o também brasileiro Jonas como atacante.

Assim como no time italiano, Gabigol não se firmou em Portugal e um pouco mais de seis meses disputou apenas cinco partidas e marcou também um gol.

Em entrevista à Jorge Nicola, Jonas defendeu o compatriota e explicou porque o jovem atacante não atuou no Benfica. “O Gabigol tem muita qualidade, ainda é jovem e tem toda a carreira do mundo pela frente. Ele não jogou aqui por opção do treinador. Mas é um menino trabalhador. Era o primeiro a chegar para os treinos, assim como eu e o Luizão. Ninguém pode falar nada a esse respeito”, disse.

Neste sábado, Gagibol reestreou pelo Santos e não precisou de muito tempo para marcar em seu retorno. O atacante marcou o seu gol aos 20 minutos do segundo tempo, no empate de 2 a 2 do Peixe diante a Ferroviária.

LEIA MAIS:
Ex-zagueiro do Barcelona rasga elogios a Valdivia e compara meia a Riquelme