Goleira da seleção brasileira avalia período de treinamentos e elogia Vadão

Visando a Copa América Feminina, que acontece em abril, a seleção brasileira está em um período de treinamentos na Granja Comary, em Teresópolis (RJ). O Torcedores.com conversou com Aline Reis, uma das jogadoras selecionáveis. Ela falou do trabalho de Vadão e ainda avaliou os treinos realizados.

Matheus Henrique Vieira Ramos
Estudante de Jornalismo. Setorista no Torcedores.com do Santos e Botafogo.

Crédito: Crédito da foto: Divulgação/ CBF

“Antes mesmo de trabalhar com o Vadão, eu já acompanhava o trabalho dele no masculino, que sempre foi elogiado por muitos. Sem dúvidas temos um técnico com muita qualidade e experiência no comando da seleção. A primeira vez que trabalhei com Vadão e pude conhecer mais sobre seu trabalho foi em 2016, no período de preparação pra Olimpíadas e durante o próprio torneio. Foi uma experiência inesquecível. Embora a gente não tenha conquistado nosso objetivo maior, que era o ouro, ninguém pode negar sobre a qualidade do futebol apresentado por nós, fruto de muito trabalho. Como técnico, o Vadão nos passa uma enorme segurança e nos dá confiança pra continuar trabalhando. Ele sabe muito bem como administrar o grupo e sempre tem ao lado dele bons profissionais para integrar a comissão”, disse a goleira Aline Reis.

“Por já conhecer o trabalho do Vadão e da equipe dele, sei que esse período de treinamentos para a Copa America será muito proveitoso. Estamos seguindo um planejamento e sem dúvidas estaremos preparadas, física, tática e mentalmente, para buscar o primeiro lugar na competição. Nesse primeiro período, que vai de 11 de Janeiro ate 9 de Fevereiro, como era de se esperar, estamos focando muito no condicionamento físico”, completou a goleira.

Aline Reis disputa posição no gol com a goleira Bárbara, titular da equipe de Vadão nas Olimpíadas do Rio de 2016.Ela comentou sobre a briga com a companheira na Seleção Brasileira por um lugar entre as onze titulares.

Acompanhe as notícias do seu time pelo Facebook

“A minha maior competição é comigo mesmo. O objetivo é a evolução constante, por isso a cada dia tento ser melhor. Essa é minha motivação. É claro que eu almejo a posição de titular no gol do Brasil, por isso me dedico 100% nos treinos e tenho aproveitado minhas oportunidades nos jogos. Tenho feito a minha parte. A Barbara tem qualidade e é uma goleira experiente, com uma longa historia na seleção. Ao meu ver, o Brasil só tem a ganhar com a nossa competição, pois uma força a outra a ser melhor”, disse a jogadora de 28 anos.