Futebol

Grohe se irrita com derrota em casa e desempenho do Grêmio no Gauchão: “Vergonhoso”

Publicado às

Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Dupla Gre-Nal.

Grêmio

Foto: Grohe

Crédito: Foto: Divulgação/Grêmio

“É vergonhoso”. Foi dessa forma que o goleiro Marcelo Grohe resumiu a derrota do Grêmio por 1×0 para o Cruzeiro, na Arena, neste sábado, e o jejum de vitórias no Gauchão. Com mais um tropeço, o tricolor estacionou no 1 ponto ganho em cinco rodadas e pode até virar lanterna com o complemento dos jogos de domingo e segunda-feira.

Com a volta dos titulares neste sábado, havia a expectativa por um melhor resultado e a aguardada primeira vitória. Mas o Cruzeiro surpreendeu o Grêmio dentro da Arena e construiu sua vitória com um gol de pênalti no segundo tempo. O atacante Cairon converteu.

“A gente precisava muito da vitória, estamos numa situação difícil. Chega a ser vergonhoso, cinco jogos e nenhuma vitória. Contávamos muito com os três pontos hoje. Temos de melhorar para subir o quanto antes e sair desta situação”, destacou o goleiro do Grêmio.

Agora, ao tricolor, restam seis partidas para o término da primeira fase. No momento, apenas três pontos separam o time dos primeiros clubes na zona de classificação, Juventude (8°) e Veranópolis (7°) – ambos com 4. Mas a distância pode aumentar até o fim da rodada.

“Foi surpreendente (a derrota) pelo que foi a partida. Nossa equipe tentou impor o ritmo, mas agora é levantar a cabeça e correr atrás do prejuízo. A gente perdeu algumas peças importantes, mas quem entrou deu conta do recado. Infelizmente, é isso: levantar a cabeça, porque temos seis jogos e precisamos somar o maior número de pontos possíveis”, avaliou o atacante Everton.

Mas o Grêmio não terá muito tempo para lamentar a derrota para o Cruzeiro. Já na quarta-feira, também na Arena, 21h45, o clube volta a atuar pelo Gauchão e pega o Brasil de Pelotas, atual vice-líder da competição.

LEIA MAIS:

Inter não quer mais Valdívia e Galo também não: torcedores repercutem fase do meia

Ex-zagueiro revive período no Grêmio e não esquece trauma contra o Olímpia: “Marcou”