Hernane festeja fim de jejum de 10 meses sem fazer gols pelo Bahia

O Bahia aplicou uma goleada de 6 a 1 sobre o Vitória da Conquista, na noite desta quarta-feira, e finalmente desencantou na temporada de 2018. Mas o principal destaque da partida foi o centroavante Hernane, autor de três gols e uma assistência em apenas 45 minutos.

Victor de Freitas
Baiano, 25 anos, jornalista formado pela Universidade Jorge Amado (UniJorge). Apaixonado por esportes em geral, de preferência basquete, tênis e futebol. Contato: victorw10@outlook.com

Crédito: Foto: Divulgação/ECBahia

Com os três gols marcados, Hernane saiu de campo com a bola do jogo nas mãos, como é tradição para quem faz um “Hat-Trick” na Europa e pediu música, como é tradicional no futebol brasileiro. Após o jogo, o centroavante vibrou com os gols marcados e afirmou que jamais desistiu.

“Deus me coroou com três gols e uma assistência, mas o mais importante para mim foi o Bahia voltar a jogar bem, a ganhar uma partida com bom futebol, porque o Bahia não vinha com boas partidas. Ou fazia algumas boas, mas a bola não entrava. Como Guto falou, que hoje ia começar um novo campeonato para o Bahia, e começou com um resultado elástico para mostrar que o Bahia vai começar uma nova competição e vir forte”, vibrou o jogador.

“É uma sensação diferente. Não é fácil ter uma lesão na gravidade que eu tive. Trabalhei, esperei, tive poucas oportunidades, entendi a situação. O Edigar estava muito bem. Sempre entrei para ajudar, nunca quis atrapalhar. Todo mundo sabe do meu comportamento no ano passado, no banco. Eu apoiava. Sei da minha importância fora de campo, no que posso ajudar. Tento ajudar os outros atletas”, disse o jogador.

Depois de balançar as redes contra o Bode, Hernane acabou com um longuíssimo jejum sem gols. Sua última bola na rede havia sido marcada há quase dez meses, no dia 22 de abril de 2017.

O atacante não brocava desde o jogo de volta da semifinal do Campeonato Baiano do ano passado, quando marcou o único gol do triunfo do Esquadrão sobre o Fluminense de Feira.

Após aquele jogo, cinco dias depois ele sofreu uma grave lesão na perna e voltou a atuar cinco meses depois, no dia 17 de setembro, pela 24ª rodada do Brasileirão.

De volta aos gramados, Hernane precisou de nove partidas para conseguir voltar a balançar as redes (seis jogos no segundo turno do Brasileirão e três em 2018).