Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Olimpíadas de Inverno: Tcheca vence e não acredita

Fato inusitado aconteceu na prova Super-G do Esqui Alpino. Caso foi uma visita da zebra em PyeongChang, na Coréia do Sul.

Andre Nascimento Donati
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Reprodução/SporTV

A reação de um atleta à conquista de uma medalha, especialmente se for de ouro, costumam ser diferentes. Alguns já comemoram, outros costumam abraçara o técnico ou os colegas. E alguns costumam não entender o que está acontecendo até ver o placar. Mas a tcheca Ester Ledecka, que ganhou o ouro na prova feminina do Slalon Gigante nesses Jogos Olímpicos de Inverno.

Apo´s terminar a descida, Ester, percebeu que tinha sido um centésimo mais rápida do que a austríaca Anna Veith (que ficou com a prata), não acreditou no tempo que tinha feito e começou a perguntar sobre o tempo. A ficha demorou para cair, mas depois veio a surpresa. Ela era a campeã olímpica do Super-G. Na entrevista coletiva, ela achou que o placar estava errado e esperou a correção. Ela também afirmou que não esperava brigar pela medalha. A prova também teve outra surpresa. Tina Weirather, do Liechenstein, pequeno país europeu situado entre a Áustria e a Suíça), ganhou a medalha de bronze.

E o mais interessante é que Ester não é esquiadora, mas sim atleta de snowboard. Ela vem de uma família de atletas, que inclui seu avô Jan Klapac, esquiador dono de duas medalhas olímpicas (Innsbruck-1964 e Grenoble-1968) e não queria competir no esqui alpino, mas resulveu aceitar o desafio de ser esquiadora e snowboarder ao mesmo tempo. Ela volta a competir no Slalon Gigante, no dia 22 de fevereiro.