Sette Câmara fala sobre dívidas e possibilidade de novos reforços no Atlético-MG

Sob nova direção, eleita no último mês de dezembro para o triênio 2018-2020, o Atlético-MG se reforçou e acertou a contratação de sete jogadores para este ano. O elenco, apesar disso, ainda pode receber novos nomes, mesmo com esta possibilidade não sendo a prioridade no clube. De acordo com o presidente Sérgio Sette Câmara, a bola da vez no Galo é o pagamento de dívidas a manutenção de todos os vencimentos em dia.

Bruno Nunes Loreto
Formado em Jornalismo na Universidade de Santa Cruz do Sul, UNISC. Amante dos esportes, principalmente o bom e velho futebol. Setorista de Grêmio e Fluminense.

Crédito: Foto: Bruno Cantini/Atletico

Em entrevista, o mandatário não descartou a chance do técnico Oswaldo de Oliveira receber novas peças para o time, mas voltou a frisar que o objetivo da direção é readequar financeiramente o Atlético-MG. O clube busca trabalhar com opções mais em conta, como empréstimos e trocas de jogadores.

“O elenco nunca vai estar fechado. Sempre que aparecer uma oportunidade para podermos contratar, se estiver dentro das nossas condições, se for uma coisa interessante, com certeza o Atlético vai contratar para reforçar o seu elenco. Mas, é aquilo que eu falei. Estamos numa fase de transição. Precisamos adequar a situação financeira atual do clube à realidade que estamos vivendo. O que eu quero é estar com a folha de pagamento em dia, começar a efetuar o pagamento de algumas dívidas, que eu considero como dívidas caras, com juros acima daquilo que o clube tem condição de pagar. Vamos tentar trabalhar. Estamos fazendo um grande esforço para colocar o trem nos trilhos e, obviamente, que isso não vai acontecer da noite para o dia”, disse.

Para 2018, foram contratados o lateral Samuel Xavier, o zagueiro Iago Maidana, o volante Arouca, o meia Tomás Andrade e os atacantes Erik, Roger Guedes e Ricardo Oliveira. O rendimento da equipe, no entanto, está abaixo do esperado. No Campeonato Mineiro, em cinco jogos, o Atlético-MG acumula duas vitórias, dois empates e uma derrota. Nesta quarta-feira, 07, a equipe estreia na Copa do Brasil e o presidente afirmou estar confiante para a sequência da temporada.

“Os jogadores vieram, quase todos eles, numa condição de empréstimo, sem nenhum tipo de desembolso por parte do clube, alguns deles até com divisão de salários. Essa é a nossa realidade. Nós vamos colocar o Atlético, se Deus quiser, numa condição melhor. Financeiramente falando, acredito que em muito pouco tempo, estamos trabalhando para isso. Mas, é óbvio, tem um preço a se pagar. Então, estamos tentando não perder qualidade. Acho que o time está até melhor qualificado do que no ano passado”, afirmou. “Vai precisar de um tempo para poder se entrosar. Vamos dar tempo ao tempo, para o Oswaldo poder fazer o trabalho. Ele é competente. Acredito que tem condições de fazer esse time jogar muito melhor do que vem jogando até agora”, completou.

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

LEIA MAIS:

PRESIDENTE DO GALO PREVÊ INÍCIO DAS OBRAS DO ESTÁDIO PARA ESTE SEMESTRE

DUPLA DE SAÍDA DO GALO; VEJA AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS NESTA SEGUNDA

VEJA A TABELA DO ATLÉTICO NO BRASILEIRÃO 2018

CLUBES APROVAM MUDANÇAS NO REGULAMENTO DO BRASILEIRÃO EM 2018