Futebol

Roger comemora ‘milagre’ de Lucas Lima e explica consciência defensiva do Palmeiras

Publicado às

Estudante do 8º semestre de jornalismo e amante dos esportes, principalmente o bom e velho futebol. Setorista de Atlético-MG e Futebol Feminino.

Roger Palmeiras

Crédito: Divulgação

O Palmeiras segue em grande fase no Campeonato Paulista. Neste domingo, a equipe foi até o interior e venceu o Mirassol pelo placar de 2×0, chegando a sua sexta vitória em seis jogos na competição.  O desenrolar do confronto, no entanto, poderia ter sido outro, não fosse um lance salvador do meia Lucas Lima.

Com 21 minutos, quando o placar ainda apontava 1×0, o Mirassol teve uma grande oportunidade para balançar as redes, mas foi impedido pelo camisa 20. Depois de Jailson praticar boa defesa, Douglas Baggio recebeu de Rodolfo e finalizou para o gol vazio, mas o meia se atirou na bola e salvou a equipe alviverde.

“Foi uma atuação segura, madura. De uma equipe que está em evolução, mas nós sabemos que o futebol, por vezes, é ingrato. Se talvez a bola do Mirassol tivesse entrado e não tivesse o Lucas (Lima) em cima da linha para salvar, o jogo poderia ter outro panorama. Mas felizmente o futebol também é apaixonante por causa disso”, disse.

Reveja o momento em que Lucas Lima salva o Palmeiras de levar o gol.

O treinador também explicou o que faz a defesa do Palmeiras forte. Em seis jogos no Paulistão, o Verdão sofreu apenas três gols, sendo o melhor time no quesito. Segundo Roger, é importante que todos os jogadores desempenhem seu papel na marcação para a ‘engrenagem’ da equipe funcionar corretamente.

“É uma conta matemática. Eu não posso atacar com oito e defender com cinco. Não existe essa possibilidade. A não ser que todos os jogadores da minha linha defensiva tenham, única e exclusivamente, a capacidade para tomar a bola do adversário. Como a gente preza por jogar e eles são importantes para levar nosso jogo para o campo de ataque, eu preciso não só da organização defensiva, mas também de transição defensiva e da colaboração de todos. Assim que se constrói um grupo campeão. Tenho dito desde a minha chegada que o jogo é decidido com defesas sólidas. E isto não significa ter dois zagueiros só e um volante que vai correr para tudo quanto é lado”, analisou.

LEIA MAIS:

LUCAS LIMA SALVA GOL EM CIMA DA LINHA; ASSISTA

ASSISTA AO GOLS DA PARTIDA PELO PAULISTÃO