Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Apenas dois jogadores que iniciaram o último Gre-Nal devem ser titulares do Inter no domingo

Mais de um ano se passou desde o último clássico Gre-Nal, disputado na Arena do dia 4 de março de 2017 com empate em 2×2 pela primeira fase do Gauchão. De lá para cá, o Inter, por exemplo, passou por uma enorme reformulação e ainda uma turbulenta passagem pela Série B. As mudanças podem ser ilustradas pelo seguinte dado: apenas dois jogadores titulares naquele Gre-Nal devem jogar domingo, no novo clássico no Beira-Rio.

Eduardo Caspary
Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Dupla Gre-Nal.

Crédito: Foto: Ricardo Duarte/Inter

Ainda treinado pelo técnico Antônio Carlos Zago, o Inter teve na ocasião Danilo Fernandes; William, Paulão, Léo Ortiz e Uendel; Rodrigo Dourado, Charles, Carlinhos e Andrés D’Alessandro; Brenner e Carlos. Destes, cinco seguem no elenco – Danilo Fernandes, Uendel, Dourado, Charles e D’Alessandro; os demais já foram negociados.

Embora o atual comandante colorado Odair Hellmann evite confirmar o time para domingo, a escalação deve ser a base do time que venceu o Cianorte, pela Copa do Brasil, na quinta-feira passada, no último jogo dos titulares na temporada. Do time do Gre-Nal do ano passado, apenas Rodrigo Dourado e D’Alessandro devem jogar mais uma vez. Nico López, que entrou no time durante o jogo da Arena, também pode pintar na equipe.

O provável Inter para o Gre-Nal 413 tem: Marcelo Lomba; Dudu, Klaus, Víctor Cuesta e Iago; Rodrigo Dourado, Edenílson, Nico López, D’Alessandro e Patrick; Roger.

Habituais titulares como Danilo Fernandes, William Pottker e Leandro Damião ainda finalizam os trabalhos de recuperação das lesões musculares que tiveram e não estão descartados do jogo. Em caso de vitória do Juventude sobre o Veranópolis, em Caxias do Sul, o Inter poderá eliminar o Grêmio do Gauchão se vencer o clássico.

LEIA MAIS:

Em evento do PSG, jovem surpreende repórter ao revelar seu ídolo: “D’Alessandro”

Títulos, expectativa para o Gre-Nal e companheiro mais chato: Jael fala da vida no Grêmio