Em baixa no São Paulo, Diego Souza quase foi contratado pelo Palmeiras há nove meses

O Palmeiras vai receber o São Paulo nesta quinta-feira (8), no Allianz Parque, às 20h30 (de Brasília), pela 11ª rodada do Campeonato Paulista, em busca de uma recuperação na competição, já que não vence há quatro jogos consecutivos no estadual – foram dois empates e duas derrotas.

Danielle Barbosa
Colaboradora do Torcedores.com.

Crédito: Foto: Reprodução/TV Globo

O primeiro Choque-Rei da temporada vai colocar Palmeiras e Diego Souza frente a frente pela segunda vez após a negociação fracassada entre ambas as partes no meio de 2017, quando o Verdão, então comandado por Cuca, sonhava com o jogador como atacante para a disputa da Libertadores.

A negociação pelo jogador acabou não dando certo pelas dificuldades impostas pelo Sport, último clube do jogador. Na época, o time pernambucano queria R$ 30 milhões para negociar seu principal jogador.

Diego Souza nunca admitiu oficialmente o desejo de sair do Sport, mas nas entrevistas que deu sobre o assunto, também não negava que gostaria de disputar coisas maiores – o Leão lutava contra o rebaixamento.

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

O Palmeiras, por sua vez, não estava disposto a pagar o montante todo pedido pelo Sport, mas sim algo em torno de R$ 12 milhões. O time pernambucano não aceitou e garantiu a permanência de Diego Souza até o final da temporada.

No início deste ano, o São Paulo contratou Diego Souza e pagou R$ 10 milhões pela negociação, R$ 20 milhões a menos do valor que o Sport exigiu do Palmeiras em 2017.

https://youtu.be/Ep6s2Z0mccM

Pelo Tricolor, Diego Souza soma 12 jogos – nove no Paulistão e três na Copa do Brasil – e apenas dois gols marcados, sendo ambos no estadual. Com números abaixo do esperado, o jogador deve começar o clássico no banco de reservas.

E se tivesse sido contratado pelo Palmeiras em 2017, seria titular da equipe nesta temporada? No ataque, brigaria por posição com Miguel Borja, artilheiro do Verdão no ano. No meio campo, o time tem nomes como Lucas Lima, Moisés e Gustavo Scarpa.