Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Jogadores do Bahia apostam em mando de campo para buscar classificação

O Bahia não saiu do 0 a 0 no jogo de ida da semifinal do Campeonato Baiano, contra a Juazeirense, na cidade de Juazeiro. Com isso, vai precisar conquistar sua classificação à final no jogo de volta, em casa.

Victor de Freitas
Baiano, 25 anos, jornalista formado pela Universidade Jorge Amado (UniJorge). Apaixonado por esportes em geral, de preferência basquete, tênis e futebol. Contato: victorw10@outlook.com

Crédito: Foto: Divulgação/ECBahia

Após o empate sem gols no estádio Adauto Moraes, os jogadores tricolores concederam entrevistas relatando dificuldades encontradas no duelo diante do Cancão de Fogo. Dentre as reclamações mais feitas pelos atletas, o mau estado do gramado foi citado.

Confira o que foi dito pelos jogadores tricolores:

Zé Rafael reclamou do gramado do Adauto Moraes, mas afirma que no duelo de volta, na Fonte Nova, a obrigação de fazer o “dever de casa” será inteira do Bahia.

“A gente sabia que ia ser disputado, como foi. A condição do campo, infelizmente, não ajuda para as duas equipes. Agora a gente vai tentar fazer nosso dever em casa”, disse o camisa 10.

Já Vinícius foi mais um que lamentou o resultado e que aposta no mando de campo para conseguir a classificação para a final. O meia também destaca a importância que a Fonte Nova terá no jogo de terça-feira, contra o Altos, pelo Nordestão.

“A gente sabia que seria um jogo truncado. Um jogo de bola parada poderia decidir o jogo. Agora é mudar a chave, porque tem a Copa do Nordeste, jogo difícil contra o Altos. Hoje o jogo foi complicado, mas agora é em casa. Campo bom, apoio do torcedor e se Deus quiser vamos sair com o triunfo para ir à final”, analisou o meia camisa 29.

O lateral-esquerdo Léo diz ter encontrado dificuldades em um jogo truncado.

“Jogo truncado, difícil, mas é continuar firme, porque tem mais um jogo dentro de casa e temos condições de vencer”, comentou o lateral canhoto.

Nino Paraíba se resumiu a reclamar da falta de criatividade no meio-campo, que resultaram em falhas no passe para os atacantes.

“Faltou acertar o último passe. Teve oportunidade para matar o jogo. Agora é pensar no próximo jogo”, disse o lateral-direito.

O Bahia enfrenta o Altos, pelo Nordestão, na terça-feira (20). Já a partida de volta contra a Juazeirense será disputada no próximo domingo (25). Ambos os jogos serão disputados na Fonte Nova.