Lateral do Bahia projeta dificuldades em jogo de ida contra a Juazeirense

O Bahia já voltou aos trabalhos após a derrota de sábado, para o Náutico. A partir desta segunda-feira, o foco é voltado exclusivamente para a Juazeirense, adversário tricolor na semifinal do Campeonato Baiano e contra quem o Esquadrão vai duelar no próximo domingo.

Victor de Freitas
Baiano, 25 anos, jornalista formado pela Universidade Jorge Amado (UniJorge). Apaixonado por esportes em geral, de preferência basquete, tênis e futebol. Contato: victorw10@outlook.com

Crédito: Foto: Felipe Oliveira/Divulgação/ECBahia

Com foco novamente ligado no Baianão, o lateral-direito Nino Paraíba destaca a importância de mais uma semana livre para treinos no Fazendão antes de o Bahia encarar a Juazeirense, na ida da semifinal estadual.

“É muito bom ter a semana cheia (de treinos), porque o Guto trabalha o que precisa para esse jogo, para a gente ir lá e trazer um bom resultado para passar para final”, destacou o jogador.

O lateral-direito tricolor também reconhece a dificuldade que o time poderá encontrar diante de um adversário que foi batido pelo Esquadrão com gols marcados apenas nos últimos minutos.

“A gente sabe (da dificuldade), a gente jogou lá. É muito difícil o campo. Mas aqui é Bahia. A gente tem que chegar lá e mostrar nosso futebol. Fazer um grande resultado lá para trazer o resultado para cá”, disse.

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

Ainda questionado sobre a derrota sofrida para o Náutico, Nino Paraíba fez sua análise na sala de imprensa do Fazendão.

“A gente sabia que ia ser um jogo difícil. A gente tomou o gol no começo, depois correr atrás é muito difícil. No segundo tempo, tivemos várias oportunidades, mas não aproveitamos. E eles, numa oportunidade que tiveram, souberam aproveitar”, afirmou.

O Esquadrão de Aço vai entrar em campo no sábado (17), às 18h30, no estádio Adauto Moraes. O duelo de volta da semifinal estadual acontecerá no domingo seguinte, na Fonte Nova, às 16h.