São Paulo é freguês do São Caetano em jogos eliminatórios do Paulistão; relembre

São Caetano e São Paulo se enfrentam nesse sábado (17), às 16h, no estádio Anacleto Campanella, em São Caetano do Sul, em jogo válido pela ida das quartas-de-final do Campeonato Paulista. O duelo, porém, não é novidade para os clubes na competição – tampouco em confrontos eliminatórios. O Azulão e o Tricolor já se enfrentaram outras duas vezes no estadual, com o time do Grande ABC avançando em ambas.

Willian Ferreira
Colaborador do Torcedores.com e contador de histórias do esporte.

Crédito: Créditos: Youtube/Reprodução

Curiosamente, Nas duas vezes em que São Caetano e São Paulo se enfrentaram em confrontos eliminatórios pelo Paulistão, o SPFC era o favorito destacado – e foi eliminado mesmo assim. Outra curiosidade refere-se ao fato de que o Azulão, sempre que chegou à final da competição estadual, encarou o Tricolor – o time do Grande ABC foi campeão em 2004 e vice-campeão em 2007.

2004

O regulamento do Paulistão de 2004 previa jogo único nas quartas-de-final. O cruzamento, olímpico, colocava o líder do Grupo 1 (São Paulo) contra o quarto colocado da Chave 2 (São Caetano). O jogo teve mando do time de melhor campanha na primeira fase. O Tricolor era o único invicto na competição, com oito vitórias em nova jogos.

Na partida, disputada no Morumbi, 2×0 para o São Caetano. Os gols foram muito parecidos: dois escanteios, duas cobranças de Anderson Lima, duas finalizações de Fabrício Carvalho.

O Azulão, dirigido pelo ídolo são-paulino Muricy Ramalho, eliminou o Santos nas semifinais e passou pelo Paulista de Jundiaí na decisão para sagra-se campeão paulista de 2004.

2007

Em pontos corridos, a primeira fase do Paulistão de 2007 colocava as vinte equipes em turno único, todos jogando contra todos. O São Paulo foi o segundo colocado, oito pontos à frente do São Caetano, o terceiro. Ambos ficaram atrás do Santos, que fez a outra semifinal com o Bragantino, que ficou na quarta posição.

O Azulão mandou o primeiro jogo no Pacaembu, peleja que ficou empatada em 1×1. Gols de Hugo (outrora chamado de “Pelé Negro) para o São Paulo e Richarlyson (contra) a favor do São Caetano.

Foi nessa partida, também, que Aloísio Chulapa deu uma de suas entrevistas mais lembradas por conta de seu português, digamos, peculiar – e também pela saudação a Galvão Bueno, que estava narrando a partida pela TV Globo:

No jogo de volta, porém, nem o centroavante nem nenhum são-paulino teria motivo para comemorar. Ilsinho até deu a vitória momentânea ao Tricolor, mas Luiz Henrique, Thiago Martinelli, Glaydson e Douglas viraram a partida.

Na final de 2007, o São Caetano aprontou de novo: venceu o primeiro jogo por 2×0, mas perdeu pelo mesmo placar na partida de volta e foi vice-campeão.

LEIA MAIS
SÃO CAETANO VOLTA ÀS GLÓRIAS EM 2017; RELEMBRE O ANO DO AZULÃO
JOGADOR DA NFL APARECE EM REDE SOCIAL COM CAMISA DO SÃO PAULO; VEJA
#FAIXANOPEITOSPFC: PARA RESGATAR O TRADICIONAL UNIFORME DO SÃO PAULO
AINDA SEM CAMISAS FEMININAS, TAG #SAOPAULINASUNIFORMIZADAS É RELANÇADA
HÁ 10 ANOS, SÃO PAULO CONQUISTAVA O PENTA DO BRASILEIRÃO; RELEMBRE
SÃO PAULO X LINENSE: ELEFANTE ENCARA O RIVAL QUE POPULARIZOU MASCOTE