Amigo de Daronco explica foto polêmica, diz que árbitro ficou chateado e lembra: “O time dele é a Fifa”

Os últimos dias do árbitro Anderson Daronco não têm sido fáceis. Revelação da arbitragem brasileira nos últimos anos e integrante do quadro da Fifa desde 2015, o gaúcho de Santa Maria se viu envolvido em uma polêmica a partir de uma decisão interpretativa no final do primeiro tempo da decisão entre Grêmio e Brasil de Pelotas, na Arena, no último domingo. Com a expulsão do lateral xavante Éder Sciola, que dividiu no ar com Luan, o tricolor encontrou espaço para aplicar 4×0 e encaminhar o título estadual.

Eduardo Caspary
Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Dupla Gre-Nal.

Crédito: Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal

Mas não foi apenas pelas críticas dos jogadores e comissão técnica xavante, bem como parte da imprensa, que Daronco tem sofrido desde domingo. Em uma foto que começou a circular pelas redes sociais horas depois do jogo, o árbitro aparecia com uma camisa do Grêmio ao lado de amigos do tempo da faculdade de Educação Física, na Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Só que a foto não passa de uma montagem. A reportagem do Torcedores.com localizou Rodrigo Palmeiro, amigo pessoal de Daronco, que esclareceu toda a polêmica instaurada em torno da imagem – até porque também está no foto:

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

“Essa foto nós tiramos na ida para Recife, em um Encontro Nacional de Estudantes de Educação Física. Nós viajamos mais de 4 mil quilômetros de ônibus. Aquela foto foi feita em Maceió, durante uma parada, depois de três dias de viagem. Deveria ser umas 10 da manhã em Maceió, um calor danado. Os motoristas não aguentavam mais. Paramos e fomos jogar bola. O alemão (Anderson Daronco) está sem camisa porque estávamos jogando bola. Encontramos um pessoal local todo uniformizado jogando, e eles achavam que a gente era do rock, mas não, fomos lá e demos uma sacola neles”, explicou Palmeiro.

Mesmo com a polêmica desfeita nas redes, alguns usuários questionaram o motivo de apenas Daronco, na imagem, estar sem camisa. Palmeiro, que é o segundo da esquerda para direita, usando chapéu e óculos, explica que o amigo não estava usando camiseta por conta do forte calor que fazia em Maceió. Foto e polêmicas à parte, ele admitiu que o amigo está chateado por toda a repercussão em cima do lance de Sciola com Luan, na Arena, e também pela “sacanagem” feita nas redes sociais.

“Eu falo com ele direto. Falamos ontem. Eu mandei mensagem e ele falou comigo, quase desabafando, bem chateado pelo que aconteceu. E também por essa sacanagem na internet. Só que assim: todo mundo que está no futebol tem um time. Tu gosta de futebol, tu é jornalista, tu também tem um time. E isso vale para os árbitros também. Então, naquela época, o alemão (Daronco) obviamente tinha um time e nós que convivíamos com ele sabíamos disso. Só que ele é um cara honestíssimo e não vai jogar a carreira dele fora por causa de clubismo. Ele está muito acima disso. Ele é da Fifa, cara. Pode até ter tido um time antes, mas hoje com certeza o time dele é a Fifa”, avaliou.

Amigo de Daronco há mais de 20 anos, Rodrigo também absolveu o árbitro e concordou que o lance entre Sciola e Luan era para amarelo. Disse que Daronco está “sentido, chateado” pelas repercussões, mas lembrou que “na semana que vem já vão achar outro, os árbitros sempre são a vidraça”. No próximo domingo, Grêmio e Brasil de Pelotas voltam a se enfrentar, dessa vez no Bento Freitas. Agora, a missão do apito é de Leandro Vuaden.

LEIA MAIS:

Com assistência até de letra, Jael rouba a cena em goleada do Grêmio

Zagueiro do Brasil se revolta com árbitro: “O Daronco acabou com a partida”

Renato dispara contra procurador do TJD: “Não tenho culpa se os colorados estão sofrendo”