Corinthians x Portuguesa pela semifinal do Paulistão de 1998 completa 20 anos; relembre as polêmicas com Javier Castrilli

Um dos jogos com a arbitragem mais contestada da história do Campeonato Paulista completa vinte anos nessa quinta-feira (26). A semifinal do Paulistão de 1998, disputada entre Corinthians e Portuguesa e apitada pelo argentino Javier Castrilli, tornou-se um clássico do quanto uma péssima atuação da equipe de árbitros pode mudar o resultado de uma partida.

Willian Ferreira
Colaborador do Torcedores.com e contador de histórias do esporte.

Crédito: Youtube/Reprodução

A Portuguesa jogou a primeira fase, que não contou com os quatro grandes clubes do estado (Corinthians, Palmeiras, Santos e São Paulo), que disputavam o Torneio Rio-São Paulo. A Lusa ficou na terceira posição do Grupo 1, atrás de Ituano e São José e à frente de União São João, Portuguesa Santista e Juventus. Na segunda fase, com todos os times, a Portuguesa surpreendeu e eliminou o Santos no Grupo 2 – ficando atrás apenas do São Paulo. O Corinthians liderou o Grupo 1. Isso tudo antes de Castrilli aparecer,

Por ter feito a melhor campanha na fase anterior, o Corinthians jogava por dois resultados iguais. Na primeira partida semifinal, empate por 1×1. A Lusa precisava vencer, já que outra peleja com número de gols igualado pelas duas equipes colocaria o Timão na final. E, se o Alvinegro contava com Gamarra, Sylvinho, Vampeta, Rincón e Marcelinho Carioca, a equipe rubro-verde tinha César, Augusto, Evair e Aílton. Duas grande esquipes.

A Portuguesa saiu na frente no primeiro tempo, com Aílton. O segundo tempo de Castrilli, porém, foi lastimável. No início da metade final da peleja, apitou pênalti muito discutível de Evair em Cris – que Marcelinho Carioca cobrou com muita categoria. A equipe rubro-verde novamente ficou à frente da peleja em tento de Da Silva. Eis que, aos 44 minutos, novamente o árbitro argentino apareceu. Marcelinho Carioca cruza da esquerda e César faz malabarismo para a bola bater em seu peito, impedindo o pênalti. Não foi assim que o árbitro viu, assinalando a infração. Após expulsões e confusão, Rincón cobrou e deu a classificação ao Corinthians.

Confira no vídeo abaixo os tentos da partida:

No vídeo abaixo, a reação de Evair e César após o jogo – com direito ao copioso choro do zagueiro:

Relembre abaixo a escalação das duas equipes:

Corinthians: Nei; Rodrigo, Cris, Gamarra e Sylvinho; Romeu (Didi), Vampeta, Rincón e Souza (Marcelinho Paulista); Marcelinho Carioca e Mirandinha (Fernando Diniz)
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Portuguesa: Fabiano; Walmir (Alexandre Chagas), César, Marcelo e Augusto; Alex, Carlinhos, Alexandre (Da Silva) e Evandro; Evair e Aílton (Leandro)
Técnico: Candinho

LEIA MAIS
TOP 5: OS ERROS DE ARBITRAGEM MAIS POLÊMICOS NO BRASIL