Futebol

Visão de repórter: festa da torcida do Corinthians em Itaquera: o futebol raiz ainda respira!

Publicado às

Rafael Alaby é jornalista diplomado pela FIAM (Faculdades Integradas Alcântara Machado), com passagens pela Chefia de Reportagem de Esportes, da TV Bandeirantes, em São Paulo e site KiGOL. Pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte (FMU)

Crédito: Foto: Rafael Alaby/Torcedores.com

Especialista em protagonizar lindas festas nos estádios, a torcida do Corinthians escreveu mais um lindo capítulo na noite da última sexta-feira, quando colocou 37 mil torcedores na Arena, no treino aberto antes da grande decisão do Paulistão, contra o Palmeiras, no domingo, no Allianz Parque.

O Torcedores.com acompanhou o evento histórico. Cerca de 1h30 antes de o treino começar, a movimentação já era intensa nos arredores da Arena. A impressão é que uma decisão de campeonato ocorreria em instantes, tamanha a animação dos torcedores.

A chegada da delegação corintiana ao estádio foi capaz de arrepiar até o cidadão que não é fã de futebol. Os jogadores saíram do ônibus e em meio a torcedores se dirigiram à parte interna da Arena.

Dentro do estádio, um espetáculo lindo, com sinalizadores, fogos de artifício e bandeirões tremulando. A torcida não parou de cantar por nenhum instante durante uma hora de treinamento. Além de gritos de incentivo, houve cobranças típicas de véspera de dérbi: “Se o Corinthians não ganhar, olê olê olá, o pau vai quebrar”.

A penúltima atividade antes do dérbi decisivo foi leve. O técnico Fábio Carille promoveu apenas o rachão, sem esboçar a escalação.

Ao término do treino, milhares de torcedores invadiram o gramado, mesmo com os intensos pedidos do locutor da Arena para que não acessassem o campo de jogo. Até aí tudo bem. O triste foi ouvi-lo no início de treinamento solicitando que os alvinegros não acendessem os sinalizadores.

O dia 6 de abril de 2018 vai ficar na história. A Fiel provou mais uma vez que o futebol raiz ainda respira, apesar de autoridades públicas fazerem de tudo para evitar a festa do povo e teatralizarem o nosso querido esporte bretão.

Certamente, os jogadores corintianos entrarão em campo no domingo com outra motivação após os incentivos. O Timão precisa derrotar o maior rival por dois ou mais gols de diferença para ficar com o título paulista. Árdua missão, mas longe de ser impossível para um clube que tem em seu DNA a palavra superação.

O repórter escreveu esse texto há poucas horas de o Palmeiras realizar o treino aberto no Allianz Parque. Tenho certeza que na manhã deste sábado a fanática torcida palmeirense fará espetáculo parecido dentro e fora do estádio. O futebol raiz ainda vive! Abaixo o futebol nutella!

Confira abaixo a galeria de fotos do treino aberto na Arena Corinthians