Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Guto Ferreira descarta favoritismo do Bahia na final e foca em ganhar o jogo

Neste domingo (08), o Campeonato Baiano de 2018 terá seu último jogo disputado. No Barradão, o Bahia vai enfrentar o Vitória com a vantagem de ter vencido o duelo de ida por 2 a 1.

Victor de Freitas
Baiano, 25 anos, jornalista formado pela Universidade Jorge Amado (UniJorge). Apaixonado por esportes em geral, de preferência basquete, tênis e futebol. Contato: victorw10@outlook.com

Crédito: Foto: Divulgação/ECBahia

Após um placar favorável na primeira partida decisiva, o Bahia conseguiu reverter a vantagem de dois resultados iguais que o rival possuía e agora passa a ter a vantagem do empate para se sagrar campeão. O Esquadrão também vive uma série invicta de sete jogos contra o rival rubro-negro.

Mas, para o técnico Guto Ferreira, tabus não devem ser levados em conta como “favoritismo” para partidas decisivas.

“Nem procuro ver nada desse aspecto, porque tudo isso é a promoção do espetáculo. Nossa parte é enxergar onde estão nossas virtudes, onde estão os defeitos, procurar multiplicar e valorizar nossas virtudes, para que nossas virtudes possam imperar sobre os defeitos do adversário, e a gente possa no final estar colhendo o resultado que nos interessa”, diz o treinador.

O Bahia já sabe que será campeão se não sofrer gol no Barradão. Time de melhor desempenho defensivo do Baianão (sete gols sofridos), o Esquadrão também se destacou no ataque nas últimas três partidas – com sete gols marcados. Guto analisa estes dados estatísticos.

“Mostra que o trabalho do ataque vem sendo sólido, e a defesa, nos últimos três jogos, tomou um gol só. Mostra o equilíbrio, a evolução da equipe. Mas esses três jogos já foram jogados. O que vale é o próximo, e é nele que a gente tem que estar com o foco grande, equilibrado e acreditando que a gente pode, de novo, realizar uma grande partida”.

Guto Ferreira também destaca o que seu time deve fazer para manter a vantagem no jogo de volta e sair da casa do rival com seu 47º troféu de campeão baiano.

“Procuro não pensar dessa maneira. Procuro pensar jogo a jogo, para nos fortalecer. Se entrar com essa situação na cabeça, isso não garante nada. O que garante é atitude. Você fala o que quer, mas o que conta são as suas atitudes, e é que a gente busca, atos firmes, fortes, que possam nos trazer o triunfo, o resultado que nos interessa”.

O jogo decisivo do Estadual de 2018 acontece às 16h deste domingo, no Barradão.