Ralf fala sobre evolução na parte física desde o retorno ao Corinthians

O volante Ralf voltou ao Corinthians em fevereiro, após duas temporadas no futebol chinês. Antes de ser usado pelo técnico Fábio Carille, o meio-campista passou durante algumas semanas por recondicionamento físico. Diante do Fluminense, na estreia do Brasileirão, o camisa 15 fez a segunda partida seguida como titular e mostrou bom futebol.

Rafael Alaby Martins Ferreira
Rafael Alaby é jornalista diplomado pela FIAM (Faculdades Integradas Alcântara Machado), com passagens pela Chefia de Reportagem de Esportes, da TV Bandeirantes, em São Paulo e site KiGOL. Pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte (FMU)

Crédito: Fotol/Agência Corinthians

Deu para perceber que Ralf, no momento, está bem melhor fisicamente em relação àquele atleta que estreou contra o Mirassol, no dia 7 de março, pela reta final da fase de grupos do Paulistão. Em entrevista ao Torcedores.com, o volante destacou a sua evolução na parte física e elogiou o trabalho do departamento corintiano.

“Aos poucos estou me readequando ao futebol brasileiro, à parte física, que é primordial. É claro que é dar conta do recado, de estar bem tanto fisicamente quanto tecnicamente e taticamente. Eu precisava estar dando esse respaldo, assim como o pessoal da parte física. Estou conseguindo boas performances e aos poucos ajudando a minha equipe”, disse Ralf, que chegou ao quinto jogo em sua segunda passagem pelo Timão.

O Corinthians dominou o primeiro tempo contra o Fluminense, mas só conseguiu furar a forte marcação rival aos 45 do segundo tempo, com gol de Rodriguinho. Na etapa final, o time visitante mudou a estratégia, partiu para cima, conseguiu o empate aos 3 e teve chances para virar. O gol da vitória alvinegra saiu aos 41 –com Rodriguinho. Ralf negou que a equipe tenha se relaxado no início da etapa final com a pequena vantagem construída na etapa inicial.

“Não teve relaxamento nenhum. Isso é normal. A gente fez um gol e sabia que eles iriam vir pra cima. Ficaram atrás até sofrerem o primeiro gol. Isso obrigou eles a saírem para o jogo, mas não teve relaxamento de nossa parte. Nós viemos com o intuito de conseguir a vitória. O importante é conseguir a vitória, independente se seja meio a zero, um a zero…”, concluiu.

VEJA TAMBÉM:

Corinthians x Fluminense: Pedrinho mostra ‘ousadia’ e sofre falta após drible 

Corinthians x Fluminense: assista ao gols da partida na Arena