Relembre a semana confusa e caótica do UFC 223

O UFC 223 acontecerá neste sábado (7) em Nova York. Um evento que pode entrar para a história como não um dos maiores cards do Ultimate, mas como o mais ‘maluco’ de todos. Tudo por causa de uma semana repleta de mudanças, confusões e até mesmo a maior estrela do Ultimate ‘surtando’.

Victor Martins
Um homem que acredita ser jornalista, escritor e 'chato'. Decidam vocês qual será a opção escolhida Formado na Universidade Metodista de São Paulo. No Torcedores desde 2016 ou algo pareciod.

Crédito: Reprodução

Se você perdeu qualquer uma das manchetes da semana, o Torcedores.com vai relembrar passo a passo TUDO o que aconteceu na semana mais bizarra da história do MMA mundial.

1º de Abril? Era verdade…

Tudo começou no último domingo, quando a notícia de que Tony Ferguson havia se lesionado devido a um acidente num compromisso de imprensa do UFC surgiu. Mesmo sendo no Dia da Mentira, era verdad. ‘El Cucuy’ teve pela quarta vez sua luta com Khabib Nurmagomedov cancelada. Para o lugar do campeão interino, surgiu o campeão dos penas, Max Holloway.

Treta Made in Russia

Mal sabiam que a semana do UFC 223 iria trazer muito mais confusão. Khabib Nurmagomedov teve uma forte discussão no hotel em que os lutadores estavam hospedados com Artem Lobov, seu compatriota e colega de treinos de Conor McGregor. A briga, que se resumiu a uma discussão, teria sido motivada por declarações de Lobov à imprensa. Mas tudo se resolveu sem violência… até que…

McGregor PISTOLA

Na última quinta-feira (5), o irlandês invadiu ao lado de uma ‘comitiva’ o Barclays Center, onde se realizava o media day do evento. O ‘Notorious’ queria acertar contas com Nurmagomedov por causa da briga com o colega. Mas acabou causando uma megaconfusão ao atacar com objetos o ônibus que levava alguns lutadores. Uma confusão que teve uma série de consequências.

#McGregorPresoHoje

Após a ‘treta’, Dana White afirmou que McGregor tinha um mandado de prisão contra ele. Mais tarde, o ‘Notorious’ se apresentou à polícia de Nova York, sendo solto logo em seguida. O lutador teve de pagar fiança de US$ 50 mil para poder ser liberado para voltar à Irlanda.

Foi aprontar, no UFC 223 não tem lugar

A primeira grande consequência da confusão aconteceu justamente com um dos ‘pivôs’ da confusão. Artem Lobov estava entre os participantes da confusão do lado do amigão McGregor. Como resultado, teve sua luta contra Alex Caceres retirada da programação. Mas não seria a primeira luta a cair pós-confusão.

E mais lutas canceladas

Entretanto, as consequência do ataque em si foram sentidas em outros dois combates. Michael Chiesa e Ray Borg foram atingidos com estilhaços do vidro da janela que McGregor atacou e tiveram suas respectivas lutas conta Anthony Pettis e Brandon Moreno canceladas. E por pouco não fez Rose Namajunas deixar também o evento, que chegou a ficar abatida com o dia de fúria do astro do MMA.

De novo!

Quando tudo se encaminhava para a tranquilidade, a sexta-feira (6) começou com outra péssima notícia. Max Holloway foi vetado do UFC 223 pela Comissão Atlética do Estado de Nova York (NYSAC). Tudo porque a entidade evitou que o havaiano cortasse uma grande quantidade de peso apenas para fazer a luta contra Khabib.

Numa corrida contra o tempo, o Ultimate foi em busca de um rival. Anthony Pettis foi cotado, mas recusou a proposta salarial do UFC. Paul Felder também entrou na lista mas por não estar nos rankings da divisão. Apenas quando Al Iaquinta apareceu é que Khabib conseguiu seu adversário para o duelo principal. Mas Iaquinta não terá a chance de conquistar o cinturão dos leves caso vença o russo. Apenas ‘The Eagle’ será o campeão.

(Crédito da foto: Reprodução)