Futebol Feminino

Seleção Brasileira encara o Chile na abertura da segunda fase da Copa América Feminina

Publicado às

Estudante do 9º semestre de jornalismo e amante dos esportes, principalmente o bom e velho futebol. Setorista de Atlético-MG e Futebol Feminino.

Seleção Brasileira Feminina

Crédito: Lucas Figueiredo/CBF

A Seleção Brasileira inicia hoje, segunda-feira, sua caminhada na fase decisiva da Copa América Feminina. Após acumular quatro vitórias em seus quatro primeiros jogos, a equipe do técnico Vadão chega embalada para duelar com o dono da casa Chile. O confronto está marcado para às 19h (horário de Brasília).

O bom rendimento no Grupo B, no entanto, não entrará em campo nesta segunda fase. Para a artilheira Bia Zaneratto, a reta final tem tudo para ser complicada, mas a Seleção Brasileira está preparada.

Antes de golear a Bolívia, pelo placar de 7×1, na última rodada, o Brasil havia vencido Argentina, por 3×1, na estreia, Equador, pelo placar de 8×0, e Venezuela, por 4×0. No total, foram 22 gols marcados e apenas um sofrido.

“Com certeza vai ser um jogo bem difícil. Sabemos que o estádio vai estar lotado. É uma surpresa para a gente, porém prazerosa. As quatro seleções que classificaram têm muita qualidade. Mas vamos dar o nosso melhor dentro de campo para sair com a vitória. Hoje (ontem) trabalhamos as jogadas ensaiadas para que amanhã dê tudo certo”, disse.

“O Brasil é o que o pessoal tem visto. Além da nossa entrega, temos jogado bonito. Os gols têm acontecido e esperamos continuar nessa sequência de vitórias”, adicionou a atacante, à CBF TV.

Contra o Chile, as brasileiras vão enfrentar um estádio La Portada, em La Serena, com um bom público nas arquibancadas. A torcida mandante tem marcado presença nos duelos desde o início da competição. Para esta primeira rodada, 14 mil ingressos foram distribuídos para os torcedores chilenos.

“A gente fica muito feliz pelo futebol feminino sul-americano. É muito bom de se jogar com um estádio lotado, mesmo que a torcida não seja para nós. A seleção chilena merece. Mas nós vamos fazer nosso trabalho, impor nosso ritmo e buscar mais uma vitória independentemente da torcida”, destacou a goleira Bárbara, que espera não ser vazada na fase final. Até agora, a Seleção Brasileira sofreu apenas um gol.

“Sabemos que vai ser bem difícil. São as quatro melhores seleções. Sabemos que, na verdade, existe agora um funil. Tomar gol, nessa fase, é bem complicado. Precisamos tanto fazer quanto trabalhar para não tomar. Tentar sair daqui com esse único gol que tomamos contra a Argentina e não cometer novamente o erro”, completou.

Depois de poupar jogadoras contra a Bolívia, Vadão voltará a escalar o que tem de melhor contra o Chile. Também hoje, mais cedo, às 16h45min, Colômbia e Argentina se enfrentam no outro jogo da primeira rodada do Quadrangular Final.

LEIA MAIS:

SEGUNDA FASE DA COPA AMÉRICA FEMININA INICIA HOJE; VEJA A TABELA DA COMPETIÇÃO

PAULISTÃO FEMININO: CONFIRA OS RESULTADOS DA QUARTA RODADA E A CLASSIFICAÇÃO