Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Seleção Brasileira conquista a Copa América Feminina de forma invicta

A Seleção Brasileira confirmou, ontem, a conquista da Copa América Feminina de 2018. Após uma grande campanha, acumulando 100% de aproveitamento, a equipe treinada pelo técnico Vadão encerrou sua participação vencendo a Colômbia pelo placar de 3×0.

Bruno Nunes Loreto
Formado em Jornalismo na Universidade de Santa Cruz do Sul, UNISC. Amante dos esportes, principalmente o bom e velho futebol. Setorista de Grêmio e Fluminense.

Crédito: Lucas Figueiredo/CBF

No jogo de despedida do torneio sul-americano, realizado no Chile, o destaque ficou para a zagueira Mônica. A defensora marcou pela primeira vez aos 29 minutos da etapa inicial, após cobrança de falta na área. Ela ainda aproveitou um cruzamento de falta, aos 26’ do segundo tempo, para fazer mais um e fechar a contagem.

O segundo gol foi anotado por Formiga. A experiente volante, que retornou à Seleção Brasileira recentemente, acertou um voleio, no último lance do primeiro tempo, marcando 2×0 àquela altura.

Veja os gols da vitória sobre a Colômbia e a festa do título!

Em sete jogos na Copa América, o Brasil acumulou sete vitórias, 31 gols marcados e apenas dois sofridos. Os grandes destaques da campanha foram as goleadas por 8×0 e 7×0, sobre Equador e Bolívia.

O título foi o sétimo da seleção na história. A única capaz de alcançar a conquista e travar a sequência foi a Argentina, disputando a competição em casa.

Relembre a campanha:

Brasil 3×1 Argentina
Brasil 8×0 Equador
Brasil 4×0 Venezuela
Brasil 7×0 Bolívia
Brasil 3×1 Chile
Brasil 3×0 Argentina
Brasil 3×0 Colômbia

“A seleção preparatória foi essencial para o nosso desempenho na Copa América. Das 22 jogadoras que estão aqui conosco, 11 participaram dos três meses de trabalho na Granja, outras quatro estiveram grande parte do tempo, e claro, as que atuam fora do Brasil, se apresentaram nas datas FIFA. Mas foi muito importante a CBF entender essa nossa necessidade e, mais uma vez, nos dá todo o suporte”, comentou o técnico Vadão, em entrevista ao site da CBF.

A conquista no Chile garantiu à Seleção Brasileira vagas na Copa do Mundo da França, em 2019, e nos Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020. O Chile, segundo colocado, também garantiu presença no Mundial. A Argentina, que ficou em terceiro, disputará uma repescagem para tentar ir à França.