Autor de 6 gols em jogo da base, atacante se inspira em xará para brilhar no Palmeiras

Falar de Gabriel na base do Palmeiras faz lembrar o ex-camisa 33 palmeirense que tem como sobrenome Jesus, que se destacou no Verdão e atualmente brilha na seleção brasileira e no Manchester City. Mas estamos falando de outro Gabriel, o Silva, atacante que vem chamando a atenção no time sub-17 alviverde e ressentimento fez algo impressionante: marcou seis gols em um único jogo.

Dayvidson Soares
Jornalista, com passagens por Globoesporte.com, Lance! (Craque do Futuro) e Jornal Gazeta de Alagoas. Apaixonado por futebol e boas histórias.

Crédito: Foto: Reprodução

No início deste mês, especificamente no dia 5 de maio, o time sub-17 do Palmeiras goleou o São José por 16 a 1, em jogo do Campeonato Paulista sub-17. Ele se tornou o jogador com maior número de gols em uma única partida pelo Sub-17 palmeirense, ao lado de Cardoso (1962), Souza (1964), Vicentinho (1965) e Aníbal (2017).

“Para mim foi um sensação única, pois vejo que é um sonho jogar aqui (Palmeiras) e eu estou tornando isso tudo realidade. Melhor ainda tendo ajudado o clube que eu amo com seis gols na mesma partida”, destacou o atacante, que no último domingo marcou mais dois gols na vitória do Verdão sobre o Guarulhos, pelo Paulistão.

Atuando pelo time sub-15, no ano passado Gabriel Silva se destacou em competição que o Palmeiras disputou na Itália.

Gabriel Silva tem 11 gols no Campeonato Paulista sub-17 e é o vice-artilheiro do Palmeiras na competição. O jovem atacante de 16 anos contou ter Messi e o ex-jogador Zé Roberto como ídolos no futebol, mas também afirmou que tem Gabriel Jesus como referência.

“Vi de onde ele (Gabriel Jesus) saiu… do mesmo lugar que eu estou hoje, aqui na base do Palmeiras. Ver ele brilhando na Europa hoje é um gás a mais para a gente”, declarou Gabriel.

A boa fase do jovem atacante na base do Palmeiras vem rendendo convocações para as seleções brasileiras de base. Inclusive, ele se apresentou nesta segunda-feira (14) para um período de treinamentos com o time sub-17 do Brasil.

“Ter chances na seleção representa todo o meu trabalho, pois venho plantando muito para colher coisas boas”, afirmou o camisa 10 do time sub-17 do Verdão.

Foto: Reprodução

Gabriel é natural do bairro Jardim Itaú, da capital paulista, e chegou ao Palmeiras em 2015, após se destacar em jogos contra o próprio Verdão.

“Eu jogava numa escolinha chamada Academia de Futebol Acahdre, aí teve um jogo contra o Palmeiras e eu tive um bom desempenho, marcando 3 gols. Desde então o Palmeiras começou a me monitora. Por coincidência joguei federado pelo o Comercial uma competição e enfrentei o Palmeiras novamente, onde tive outro bom desempenho. Depois da partida o pessoal procurou o meu pai afim de me contratar e desde então estou aqui no Verdão, onde cheguei em 2015.

Ao ser questionado, o atacante ainda falou quais são suas principais características: “Eu gosto muito de fazer gol e dar assistência, acho que isso decide muito os jogos. Mas também gosto de sempre desequilibrar o adversário no 1×1”.

LEIA MAIS:

Palmeiras x São Paulo: Saiba como assistir ao jogo da semifinal da Copa do Brasil Sub-20

Com 100% de aproveitamento, times sub-15 e sub-17 do Palmeiras aplicam goleadas no Paulistão

Borja e Cuéllar estão entre os pré-convocados da Colômbia para a Copa; veja a lista