Futebol

Casagrande revela conversa com Diogo Vitor e o defende: “Garoto talentosíssimo”

Publicado às

Estudante de jornalismo da Universidade Católica de Santos. Apaixonado por esportes, escreve sobre Futebol, Basquete e Fórmula 1 no Torcedores.com, onde também é setorista do Santos FC e Futebol Europeu. Contato: dgois_10@hotmail.com

Diogo Vitor

Crédito: Ivan Storti/Santos FC

Um dos casos que vem agitando o futebol brasileiro é o do atacante Diogo Vitor, do Santos. Foi constatado doping no atleta, que está afastado do Peixe até que se resolva o caso. Ex-jogador e comentarista da Rede Globo, Walter Casagrande revelou, em entrevista publicada no Globoesporte.com, que conversou recentemente com o atleta.

Casagrande participou de uma palestra com jogadores das categorias de base do Santos, nesta quinta-feira (17), sobre o uso de drogas. Ele, que conviveu convive com a dependência química desde a sua época de jogador, deu conselhos para a garotada do Peixe e revelou que Diogo Vitor está muito abatido com o caso envolvendo o seu nome.

“O menino está assustado, não esperava, tem um monte de dúvida na cabeça dele. Senti que ele está a fim, sabe que errou. Eu conversei com ele, ele se abriu comigo sobre o que aconteceu. Vejo nele um garoto bom, talentosíssimo. Eu acho que agora ele vai começar a entender o que aconteceu com ele, porque não pode achar graça. “

Diogo Vitor
Walter Casagrande, em palestra para as categorias de base do Santos (Foto: Pedro Ernesto Guerra Azevedo/Santos FC)

O comentarista afirmou ainda que é contrário à punição ao atleta, pois ele enxerga que Diogo Vitor não utilizou droga com o intuito de melhorar o seu desempenho.

“Drogas não aumentam o rendimento do atleta. O Diogo não usou a cocaína para jogar melhor, ele simplesmente não resistiu. Jogador não deve ser punido com seis meses ou um ano. O caminho é a ajuda, como o Santos vai fazer. Por que ele usa droga? Porque algo está acontecendo de diferente na vida dele. Sou contra esta punição, ele não é bandido. O que se tem que combater é o tráfico. Foi um problema sério que aconteceu, mas ele vai ser um grande jogador porque o Santos vai ajudar. “

O atacante de 21 anos foi afastado pelo próprio Santos até que a sua situação seja resolvida. O Peixe disponibiliza ajuda médica desde já para os problemas de Diogo Vitor.