Clube espanhol “está louco para se desfazer de Ganso”, diz jornal

Eliminado nas quartas de final da Liga dos Campeões e ocupando apenas a oitava posição do Campeonato Espanhol, o Sevilla corre atrás de um novo diretor de futebol e de um técnico para reformular o elenco. Um dos nomes que dificilmente permanecerá no clube é o do meia Paulo Henrique Ganso, afirma o jornal espanhol ‘Marca‘.

Marcelo Faviere
Marcelo Faviere é formado em Comunicação Social: Jornalismo pela UAM. Fundador dos portais Insônia Pop (2012 a 2015) e Excêntrico Psicopata (2015 a 2016). Analista tático do Futebol na Veia (2016) e SCCP Scouts (2018). Entrou para a equipe de colaboradores do Torcedores em fevereiro de 2018, onde escrevia artigos, notícias e produzia entrevistas com personagens do cenário gamer e de e-Sports (esportes eletrônicos) no Brasil e no mundo. Saiu em dezembro do mesmo ano para adentrar o mundo corporativo. Neste meio tempo participou da equipe de colunistas do site de automobilismo Boletim do Paddock (2018). Atualmente está de volta ao Torcedores.com, onde começou a sua carreira de jornalista de games.

O periódico espanhol ‘Marca’ diz que mesmo tendo mais três anos de contrato com Ganso, o Sevilla “está louco” para se desfazer dele.

Ganso chegou ao Sevilla em 2016 ainda pelas mãos de Monchi, atual diretor da Roma.

O dirigente desembolsou 10 milhões de euros para tirá-lo do São Paulo, esperando que a qualidade do meia compensasse o ritmo cadenciado de seu futebol na Europa.

Porém, a constatação da diretoria do clube, é de que Ganso seria muito ‘frio e lento’.

O atleta continua sem entrar em campo em 2018 e treinava separado do elenco.

Seu ‘ostracismo acabou’ com a vinda de Caparrós, treinador espanhol que o recolocou nas partidas.

Ganso se põe a disposição

O meia de 28 anos voltou a trabalhar com os companheiros e está à disposição para colaborar nessa reta final da temporada.

As chances de uma mudança de patamar estariam na queda de Montella e do diretor Óscar Arias, como, de fato, ocorreu.

Os dois são tidos por parte dos torcedores sevilistas como culpados pelo afastamento de Ganso.

Montella, chegou a sugerir que Ganso carregava um “problema físico” desde dezembro e, por isso, não era relacionado.

Enquanto Arias deu a entender que se tratava de uma escolha do treinador. No fim das contas, ninguém se entendia no Sevilla.

Um respiro para Ganso ?

Com o ‘novo comando’, o meia que voltou a treinar e a tomar-café e almoçar com os companheiros.

A direção tenta reavivar os ânimos abatidos da equipe.

Ganso não é o único que pode sair

Ainda foram citados pelo jornal espanhol alguns jogadores que podem ser negociados para aumentar o fluxo de caixa para novas contratações.

Estariam no bolo: Sergio Rico, N’Zonzi, Ben Yedder, Lenglet, Sarabia, Muriel, Correa, Franco Vázquez e Nolito.

Para a direção do clube, Sevilla procura um substituto para Óscar Arias.

Arias assumiu o posto de diretor de futebol com a saída de Monchi, mas não convenceu no cargo e já deixou o time.

Para treinador, ainda não há um consenso sobre o substituto de Vincenzo Montella.

LEIA MAIS

VÍDEO GRAVADO POR CORINTIANOS NA ARENA FAZ TORCEDOR ACORDAR DE COMA

DUDU ESTÁ ENTRE OS JOGADORES QUE MAIS CRIAM CHANCES DE GOLS NA LIBERTADORES; VEJA TOP-10

ESTUDO ECONÔMICO ‘DESMENTE’ FAMA DE QUE CORINTIANO É FIEL; VEJA