Futebol

O gaúcho que levará um fusca para a Copa do Mundo da Rússia

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Crédito: Crédito: Divulgação / Expedição Fuscamérica

Segundinho é um cinquentão que provavelmente já conheceu mais lugares e cruzou mais estradas do que você. Só na América Latina, ele conhece sete países, todos explorados por terra, após dias de andanças e cruzamentos de fronteiras. Em 2018, contudo, a aventura chega à Copa do Mundo.

A ideia de cruzar o Atlântico foi do fotógrafo Nauro Júnior, companheiro inseparável de Segundinho. A dupla, junto com o amigo Caio Passos, percorrerá cidades da Rússia atrás de boas histórias e da seleção brasileira na Copa do Mundo.

Segundinho embarcou primeiro, em 19 de abril, no porto de Rio Grande, e vai cruzar o oceano de navio. O motivo? Bom, não dá pra transportar um Fusca 1968 em um avião, né? O carrinho azul companheiro de Nauro deve chegar na Rússia entre os dias 13 e 16 de junho. Já Nauro encontra o parceiro na cidade de São Petersburgo, onde acontece o primeiro jogo do Brasil, em 17 de junho.

“Quando eu nasci, ele já tinha um ano. Passei a minha infância inteira me relacionando com o meu pai através dele. À medida que cresci, queria um para mim. Um dia, decidi fazer uma viagem com ele. Para testar, escolhi a praia mais inóspita do mundo, do Cassino ao Chuí.  Depois, fomos à Argentina, Uruguai, Chile, Peru, Bolívia, Paraguai e já rodamos o Brasil todo. Agora, o continente sul-americano ficou pequeno para nós. Em junho, eu vou estar na Rússia assistindo à Copa do Mundo com meu fusca”, conta Nauro.

Embora o fotógrafo e o fusca já tenham vivido grandes emoções em solo latino, eles nunca estiveram verdadeiramente presentes em uma Copa do Mundo – na de 2014, no Brasil, a dupla estava no Uruguai. Mas, como o objetivo, segundo Nauro, é explorar o mundo em busca de boas histórias, o evento deste ano na Rússia pareceu ser a oportunidade perfeita.

“A Copa é uma união de povos, onde a Inglaterra joga com a Argentina, e argentinos e ingleses se abraçam em nome do futebol. Não existe uma guerra na Copa do Mundo”, explica.

Com a ajuda da esposa, a jornalista Gabriela Mazza, a viagem começou a ser planejada. Faltava, contudo, um detalhe fundamental: dinheiro. O casal, dono de uma agência de conteúdo, a SatolepPress, ainda precisava de ajuda para angariar verba suficiente para tirar o sonho do papel. Além de promoverem bazares e desapegos e da ajuda de amigos, uma vaquinha online – que atingiu 88% do valor estipulado – vai garantir que Nauro, Caio e Segundinho cumpram o objetivo.

Na Rússia, a programação vai ser acompanhar a seleção brasileira nos jogos. Na primeira fase, as partidas do time acontecem nas cidades de Rostov, São Petersburgo e Moscou.

Até o momento, nenhuma reserva em hotel ou apartamento foi feita: o trio pretende pernoitar em uma barraca que é montada no próprio fusca. “Se chegar no lugar de montar a barraca e o cara disser que não pode, eu ando mais cem metros e monto de novo até ele desistir”, diz Nauro.

Alguns detalhes ainda estão sendo resolvidos, como a carteira de motorista exigida no país. Apesar de Nauro ter providenciado a carteira de habilitação internacional, ainda é necessário que ela seja traduzida para o idioma russa, em cartório, com a presença de um tradutor juramentado na Rússia.

“Os guris vão chegar e ainda vai ter uns dias até o fusca desembarcar, então vai dar tempo para resolver a questão da carteira”, explica Gabriela.

Após o evento, Nauro encontra a esposa e a filha do casal, Sofia, para seguir viagem por outros oito países da Europa. A estimativa é de que o fusca percorra 20 quilômetros durante a estadia no outro continente.

Segundinho retorna ao Brasil entre os dias 12 e 15 de agosto, do Porto de Santander, na Espanha. Já a família voltará à Pelotas de avião, no dia 15 de agosto, em Madri.

“A gente quer mostrar para o mundo, para todas as pessoas, que a gente consegue ir aonde quiser. É só ter um sonho, colocar o sonho no horizonte e correr atrás dele”, afirma Nauro.

Leia mais:
Confira o material especial para a Copa do Mundo produzido pelo Time do Tas