Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Guerrero depende de brecha do CAS para poder jogar a Copa, afirma jornal

A Agência Mundial Antidoping (WADA) descartou qualquer possibilidade para que a pena do atacante peruano seja cumprida após a Copa do Mundo.

Kleithon Arpon
Colaborador do Torcedores

Crédito: divulgação/twitter/FPF

No entanto, de acordo com o jornal El Comercio, do Peru, o caso de Guerrero poderia sofrer uma reviravolta. A Corte Arbitral do Esporte (CAS) disse que caso a Wada, Fifa e o jogador chegassem a um acordo, o gancho de 8 meses poderia ser cumprido depois do Mundial da Rússia.

Matthieu Reeb, secretário geral da CAS, em declarações à agência de notícias AFP, afirmou que as partes envolvidas “podem teoricamente se entender sobre a execução da suspensão, por exemplo agendando o início da suspensão adicional de oito meses para depois da Copa do Mundo na Rússia.”

Guerrero em ação pela seleção peruana (Foto: reprodução/twitter)

A WADA, entretanto, negou qualquer possibilidade. Ao El Comercio, a agência afirmou ainda “compreender profundamente” o caso e afirmou que a sanção ao atleta foi imposta pelo CAS, não podendo ela (WADA) liberar Guerrero para atuar na Copa.