Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Michael Bisping se aposenta do MMA: “Obrigado a todos”

Um dos lutadores mais polarizadores da história do MMA encerra sua carreira. Em seu podcast, ‘Believe You Me‘, o inglês Michael Bisping anunciou que está se aposentando do MMA com efeito imediato.

Victor Martins
Formado na Universidade Metodista de São Paulo. No Torcedores desde 2016 ou algo parecido.Antes trabalhei para a GG12 (empresa de prestação de serviços de conteúdo para sites)

Crédito: Reprodução/Youtube

“Pensei nisso durante esse tempo todo. Talvez eu lute, talvez eu não. Mas, infelizmente, não vim anunciar uma luta. Vim anunciar que estou oficialmente me aposentando das artes marciais mistas”, afirmou ‘The Count’.

Um dos motivos que levaram Bisping a se aposentar são as lesões nos olhos do lutador. O inglês sofre com problemas no olho direito desde 2013 e, devido a uma lesão possivelmente derivada do nocaute de Kelvin Gastelum no UFC Xangai, no ano passado, também danificaram seu olho esquerdo.

“Vi que parecia um flash, mas não era. Era o meu olho. E toda a vez que eu olhava para a esquerda, eu via flashes. E ainda acontece quando está escuro. Agora está claro então não vejo isso. E eu comecei a enlouquecer, dizendo ‘Meu Deus, minha retina se descolou’. E justo no olho bom. Já tinha problemas no meu olho ruim, não enxergava direito e então comecei a enlouquecer”, comentou.

Um filme, ‘Journeyman’, também acabou influenciando a decisao. A película fala sobre um lutador de boxe bom diversos problemas físicos e mentais. Bisping afirmou que o filme o fez também repensar sobre o destino de sua carreira,

“Estava assistindo esse filme ontem, e pensei ‘não vale a pena’. Não vale a pena, quer dizer, o que mais vou fazer? Ganhei o cinturão, conquistei muitas vitórias. Qual é o objetivo de açoitar um cavalo morto? Não que eu seja um cavalo morto, mas qual é o objetivo? Você precisa saber quando ir embora. Tenho quase 40 anos, a hora é agora. Fiz tudo o que queria e consegui usar isso para abrir outros caminhos. Quero dizer obrigado à minha esposa. Sem ela, nada disso teria acontecido, é um fato. Ela foi incrível em cada passo da minha carreira, Meus filhos e meu pai. Meu pai foi incrível. E claro, a todos no Reino Unido e no mundo inteiro que me apoiaram. Então, é isso. Uma boa carreira, é isso. Valeu a todos”, completou.

Carreira de Michael Bisping

Bisping luta MMA desde 2004 e começou a se destacar ao vencer a terceira edição do ‘The Ultimate Fighter’. Desde então, se tornou um dos mais polêmicos lutadores do UFC, com fãs e detratores. O estilo provocador o fez se tornar um dos personagens históricos do Ultimate.

Em sua carreira, colecionou vitórias sobre Anderson Silva e Luke Rockhold, a qual lhe deu o cinturão dos médios no UFC 199. Defendeu contra Dan Henderson (UFC 204) antes de ser derrotado por Georges St-Pierre no UFC 217 e, posteriormente por Gastelum. Ainda no rol de grandes rivais, encarou gente como Wanderlei Silva, Vitor Belfort, Chael Sonnen, sendo derrotado por estes. E também sofreu talvez o nocaute mais falado da história do UFC, ao ser derrotado por Henderson no UFC 100. ‘The Count’ se aposenta com o um cartel de 30 vitórias e nove derrotas.

 

LEIA MAIS

Dana White acena para possível fim do ‘The Ultimate Fighter’

 

(Crédito da foto: Reprodução/Youtube)