Narradores esportivos: Humor nas transmissões

As transmissões esportivas tem um tom mais descontraído graças a Rômulo Mendonça, Everaldo Marques e Milton Leite.

Tom Castro
Colaborador do Torcedores

Crédito: Reprodução

Alguns locutores estão fugindo do padrão com formas bem humoradas de narrar eventos esportivos. Nos últimos tempos Rômulo Mendonça é um dos expoentes desse tipo de locução. Frases como: “o macho alfa!”, “Aqui não, queridinha!”, “Mensageiro do caos!” e “Vai caçar Pokémon em Osasco!” ficaram famosas durante as transmissões de vôlei na ESPN, nas Olimpíadas de 2016, no Rio de Janeiro.

Ele também narra os esportes americanos como NFL (futebol americano) e NBA. Então ficou comum ele soltar frases como “Insanidade Total!”, “Manda Nudes, nenén!” ou “Esse é o Ritmo Ragatanga Insano!” Isso sem contar o “Papai Lebrão!” e “Lebrão, ladrão! Roubou meu coração!”

https://www.youtube.com/watch?v=_r_k0yYnT9s

Outro cara da ESPN que também marca presença com narrações divertidas é o Everaldo Marques, que também transmite os eventos esportivos da terra do tio Sam. Tem por exemplo a frase: “Miga sua louca, onde é que você vai com essa bola?” E quando o atleta está inspirado, Everaldo solta: “você é ridículo!”

Essa frase inclusive causou polêmica em uma das transmissões do canal por assinatura. No Super Bowl 2017, durante o intervalo, ele soltou essa frase pra enfatizar a excelente apresentação de Lady Gaga. Como haviam fãs da cantora assistindo o evento (e que não estão acostumados às transmissões de Everaldo) eles pensaram que o narrador estava ofendendo a diva pop. Depois foi tuuuudo esclarecido.

Além dessa dupla de narradores da ESPN, Milton Leite, do Sportv também tem como característica narrações bem humoradas. O locutor tem frases como: “Que beleza!”, “Que fase!”, “Olha a batida!” e claro:”Agora eu se consagro!”

https://www.youtube.com/watch?v=v2cQNUZ_96w

Tudo isso eles fazem pra dar aquela descontraída na transmissão. Mas esse tipo de narração esportiva não é nenhuma novidade por aqui. Sílvio Luiz já faz isso há muito tempo. “Olho no lance!”, “Vai mandar lá no meio do pagode!” e “Pelo amor dos meus filhinhos!” são frases inesquecíveis desse grande narrador brasileiro.

Também das antigas, Januário de Oliveira, que tinha frases como: “Cruel, muito cruel!”, “É disso que o povo gosta!”, “Tá lá um corpo estendido no chão!” e: “Sinistro, muito Sinistro!”

Não podemos esquecer de outros grandes narradores que também tem expressões engraçadas, como Téo José: “Não! Não é assim!” ou “Ele é danadinho!”. André Henning com: “Tem que apanhar de cinta!” e Osmar Santos com: “Ripa na chulipa, pimba na gorduchinha!”

Conheça alguns bordões famosos de narradores

A narração esportiva é sempre algo marcante pro público. E quando feita com humor é ainda mais atrativa.