Mídia Esportiva

Neto ironiza declarações de Fernando Prass: “Perdeu a posição para o Jailson”

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Crédito: Reprodução/Youtube Os Donos da Bola

O goleiro Fernando Prass, do Palmeiras, que teve chance para atuar como titular na vitória do Verdão contra o Junior Barranquilla, pela Libertadores, nesta quarta-feira (16), e após uma grande atuação, com direito a defesa de pênalti, o camisa 1 palmeirense desabafou sobre a condição de reserva. Nesta quinta, o apresentador Neto, do programa “Os Donos da Bola”, ironizou as declarações do

Não é porque ganhou do Junior Barranquilla que vem o Fernando Prass e diz ‘olha, a imprensa não sabe o que a gente faz, o que a gente treina’. Só faltava você não treinar. Só faltava você não defender as duas bolas. Só falta na hora do pênalti você não pegar a bola. Você, antes de Vasco, quem te conhecia, Fernando Prass?”, questionou o apresentador.

Você joga em uma escola (de goleiros) que tem o Velloso, que teve o Marcão. Ô Fernando Prass, você perdeu a posição para o Jailson. Você tem o direito de reclamar, só não tem o direito de achar que a imprensa é contra você. Quando você era elogiado, você não vinha na coletiva. Você não fez mais do que obrigação, até porque você ganha uma “bala” (salário) violenta. Ganha mais do que jogador que está como titular”, continuou.

Neto ainda completou ressaltando que o camisa 1 do Palmeiras é reserva por opção do técnico Roger Machado, que desde o início da temporada elegeu Jailson como titular do time. “Você nem titular é. Você é o terceiro goleiro. O primeiro é o Jailson e o segundo e o Weverton”, completou.

Confira as declarações do apresentador na íntegra:

Em entrevista coletiva, Prass falou sobre a condição de reserva e a atuação contra o Barranquilla. “A gente que está fora espera uma oportunidade porque muitas vezes as pessoas fazem um julgamento sem conhecimento. Alguns de vocês que estão no dia a dia podem ter uma opinião, mas muitos não veem meu dia a dia, meus dados físicos no CT e falam: ‘ah, o Prass está com 40 anos, velho e não aguenta mais’. Mas é no jogo que você mostra mesmo, ainda mais para quem não vem jogando, um jogo como o de hoje é fundamental para mostrar um pouco do trabalho no dia a dia.”

Para mim, que não está jogando muito este ano, uma atuação boa resgata a confiança, porque por mais experiente que você seja, o nível de confiança cai um pouco“, completou o goleiro.