Futebol

Por que o Boca Juniors tem as cores azul e amarelo? Você sabe?

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Crédito: Divulgação/Boca Juniors

Que o Boca Juniors é um dos maiores da Argentina, você já sabe. Aqui no Brasil, este ano, os holofotes viraram-se para o time argentino após a derrota em La Bombonera pra o Palmeiras, foi a 13ª em 58 anos de Libertadores. Mas por trás de tudo isso, você conhece a história do clube?

3 de abril de 1905: nasceu uma paixão. O maior clube de futebol da Argentina, Boca Juniors, foi fundado por Esteban Baglietto, Alfredo Scarpatti, Santiago Sana e pelos irmãos Teodoro e Juan Antonio Farenga. O que esse grupo de amigos não sabia é que o time seria conhecido no mundo todo e a amado de milhares.

O nome veio do bairro onde os jovens moravam, La Boca, em Buenos Aires (ARG). Já o Juniors foi uma forma de tentar minimizar a fama de “barra pesada” do bairro, os fundadores acreditaram que o termo em inglês ajudaria essa missão. Então, eles tinham um nome, tinham um time e um lugar para jogar, mas não tinham uma cor para identificá-los.

Como eles não tinham uma cor definida, os primeiros jogos foram disputados com camisa brancas com tiras pretas. Usaram também algumas camisas em azul celeste e listras azuis, até que depois de dois anos, eles decidiram escolher uma cor definitiva. Juan Bricchetto, que trabalhava no porto trouxe a solução para o time. A camiseta teria as cores do primeiro navio que passasse pela ponte do porto. Foi assim que surgiu o azul e amarelo. Quando um navio sueco, Drottning Sophia, passou pela ponte com uma bandeira azul e amarelo, nasceram as cores do Boca.

Divulgação/Boca Juniors

 

Este texto é parte do especial “Os porquês do esporte” do Torcedores, que busca esclarecer as dúvidas mais recorrentes dos internautas brasileiros.