Por que o Santos parou uma guerra?

Você já deve ter ouvido que só o Santos de Pelé parou uma guerra, esse sem dúvidas é um dos fatos mais marcantes da história do Peixe. Mas você sabe quando e por que isso aconteceu? O Torcedores.com te explica!

Gabriela Lira
Colaborador do Torcedores

Algumas dúvidas surgem sobre o assunto: qual guerra o Santos parou? Da Nigéria? Do Congo? As duas? A seguir, os fatos sobre as duas guerras e tréguas que ocorreram por conta de Pelé.

Em fevereiro de 1969, para conseguir mais dinheiro e aproveitar a fama do maior jogador do time, Pelé, o Peixe fazia uma excursão pelo mundo. Chegando no Congo, um dos trajetos do time da Vila necessitava fazer uma travessia de barco pelo Rio Congo, bloqueada pelo conflito. Neste momento, o Governo de Brazzaville permitiu que a delegação embarcasse rumo Kinshasa, aonde aconteceria a partida, suspendendo a guerra para o clube concluir o caminho.

A segunda pausa em guerras foi quando o Peixe passou pela cidade de Benin, na Nigéria, que viva a guerra do Biafra, mais conhecida como Guerra Civil Nigeriana, há dois anos. Mas ao passar por lá, eles conseguiram um feito inédito: a guerra foi suspensa para que todos pudessem assistir ao jogo e claro, ver Pelé.

O governo da Nigéria queria que o time da baixada fizesse mais uma exibição por lá, que não estava nos planos dos santistas. A intenção do governo era melhorar sua imagem para a população que vivia no conflito. E a vontade de ver Pelé era enorme.

Uma luta entra o governo da Nigéria e a República separatista de Biafra acontecia. Mas os dois lados concordaram em não perder a oportunidade de ver o rei do futebol jogar e declararam uma trégua de 48 horas.

“Eles queriam que o Santos voltasse à nação porque havia um movimento separatista para formar a República de Biafra, no enclave do território nigeriano. Nessa cidade, a guerrilha de Biafra tinha um grande movimento organizado”, explica Guilherme Nascimento, autor do livro Almanaque do Santos FC.

Então, os africanos garantiram que a segurança dos atletas e comissão. E ouve muita comoção nacional. Fazendo com que a Guerra fosse parada durante a partida. Permitindo todas as partes assistirem.

O marco histórico e de muito orgulho para nação santista resultou em uma música:

“O meu Santos é sensacional
Só o Santos parou a Guerra”

Este texto é parte do especial “Os porquês do esporte” do Torcedores, que busca esclarecer as dúvidas mais recorrentes dos internautas brasileiros.

LEIA MAIS: BARÇA ACHA RODRYGO MELHOR DO QUE VINICIUS JR, DIZ JORNAL

 LEIA MAIS: POR QUE O PALMEIRAS É CHAMADO DE PORCO?